TELECOM

Anatel aplicou R$ 1 bilhão de multas em 2018, mas arrecadou R$ 140 milhões

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/06/2019 ... Convergência Digital

Ao discutir a qualidade da telefonia, especialmente em estados da Região Norte, durante audiência na Câmara dos Deputados em 6/6, a Anatel revelou aos parlamentares ter aplicado mais de R$ 1 bilhão em multas ao longo de 2018, ano em que realizou 280 mil horas de fiscalização. Desse valor, cerca de R$ 140 milhões foram pagos. 

“No ano passado nos constituímos em termos de multas mais de R$ 1 bilhão. Muitas dessas multas acabam sendo questionadas judicialmente, o que é natural, mas no ano passado arrecadamos mais de R$ 140 milhões de multas. Comparados com os dados de 2016, vemos um crescimento de 10 vezes, tanto em termos de créditos constituídos quanto em termos de multas arrecadadas”, afirmou o superintendente de Controle de Obrigações da Anatel, Carlos Baigorri. 

Em 2016, a Anatel tinha constituído R$ 138,8 milhões em multas – tendo arrecadado naquele ano apenas R$ 11,1 milhões. Em 2017, a agência constituiu pouco mais de 1,7 mil multas que totalizaram R$ 83,6 milhões, tendo arrecadado R$ 25,6 milhões. Com o valor mencionado pelo superintendente de Controle de Obrigações, a agência aplicou em 2018 valores que não se via desde 2012/2013, anos em que as empresas foram sancionadas em R$ 1,02 bilhão e R$ 1,9 bilhão, respectivamente. 

Segundo Baigorri, em que pese a diferença entre as multas aplicadas e recebidas, a fiscalização está surtindo efeito. “Percebemos que graças às atuações de fiscalização e aplicação de sanções de multas nas empresas tivemos uma redução significativa na quantidade de reclamações nos nossos canais de atendimentos. Nos últimos dois anos a redução chega a algo em torno de 25%, o que sinaliza que estamos caminhando no sentido correto de aumentar a fiscalização e o sancionamento sobre as empresas”, afirmou. 


Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

Começa a valer cadastro que bloqueia telemarketing das teles

A partir deste 16/7, será possível inscrever números no cadastro ‘Não Me Perturbe’. Promessa da Anatel é que em 30 dias os inscritos não receberão mais chamadas promocionais das operadoras de telecom.

Imposto zero para IoT está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Deputado Federal, Paulo Ganime (Novo/RJ), diz que o projeto de Lei 7656/2017, corrige uma distorção - a cobrança de FISTEL para os dispositivos IoT.

Governo autoriza aumento de capital da Telebras de R$ 1,17 bilhão

Montante é reflexo dos aportes autorizados em 2015, 2016, 2017 e 2018, quando a estatal estava ainda em acerto financeiro do satélite geoestacionário de defesa e comunicações. 

Comissão aprova prazo de seis meses para instalação de bloqueador de celular em presídios

Relator do projeto retirou o dispositivo que condicionava as novas outorgas de telecomunicação à instalação, ao custeio e à manutenção dos bloqueadores pelas prestadoras.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G