Home - Convergência Digital

Plataforma gratuita CODE-IoT da Samsung qualifica mais de 50 mil pessoas no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 10/06/2019

Quase 50 mil pessoas interessadas em tecnologia estão interagindo com a plataforma CODE-IoT, desenvolvida pela Samsung, em parceria com o LSI-TEC (Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico), da USP. Voltada para ensino fundamental e médio e para o leigo, a CODE-IoT, conta a gerente de Cidadania Corporativa da Samsung Brasil, Isabel Costa, despertou também a atenção dos alunos de graduação universitária. "Tanto é assim que estamos preparando módulos para esse tipo de profissional, que tem uma outra expectativa de um curso online", revela.

As aulas na plataforma CODE-IoT são divididas em três etapas, com seis cursos de duração de 6 semanas (em português, espanhol e inglês). Entre os temas abordados estão introdução à Internet das Coisas; Aprendendo a Programar; Eletrônica: Conceitos e Componentes Básicos; Programação Física; Aplicativos para Dispositivos Móveis; e Objetos Inteligentes Conectados.

Quem também ganhou atenção especial foram os professores. Mas para eles, as aulas são presenciais, realizadas em um sábado. "É claro que eles podem e devem interagir com a plataforma online, mas precisam ter uma preparação especial. Deu tão certo, que no dia 14 de junho, vamos para Manaus preparar 400 professores", conta Isabel Costa.

Para ela, o ensino de programação precisa ser obrigatório nas escolas, não apenas porque TICs têm oportunidades de emprego não preenchidas, mas porque prepara o aluno para o pensamento lógico, necessário em tantas outras funções do mercado. O CODE-ioT é uma iniciativa da Samsung Brasil, a partir de modelos da matriz, mas já está sendo replicado em outros países. "Pensamos em IoT porque há um campo imenso de oportunidades". Assistam a entrevista com Isabel Costa, gerente de cidadania corporativa da Samsung Brasil.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

06/12/2019
Governo investe R$ 22 milhões para capacitar novos programadores no Brasil

05/12/2019
No Rio, apenas 21% das empresas adotam o teletrabalho

04/12/2019
Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

07/11/2019
Ser humano faz a Aura,da Vivo, ser uma IA diferente

05/11/2019
Empresa de Blumenau vence prêmio no LinkedIn Talent Awards

04/11/2019
Ericsson: "Temos que colocar nossas melhores cabeças para ganhar o mundo com o 5G"

25/10/2019
Analista de Internet das Coisas: um profissional em construção

16/10/2019
Santander oferece 240 bolsas integrais para formar profissionais em programação

16/10/2019
Falta estratégia no Brasil para qualificar pessoas em Tecnologia

08/10/2019
Cobol, C e Assembler: Linguagens de programação mais vivas do que nunca

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Análise de requisitos define sucesso ou morte dos projetos de TI

Como demonstra o professor e pesquisador Marcos Kalinowski, do departamento de informática da PUC-RJ, especificação boa ou ruim pode triplicar a produtividade ou aumentar em até 50% os custos. O professor da PUC-RJ coordena um projeto de pesquisa na área de Engenharia de Requisitos que envolve mais de 50 pesquisadores de 20 países.

Negócios na nuvem vão gerar 491 mil empregos diretos no Brasil até 2024

A batizada, 'economia Salesforce', formada pelo ecossistema de parceiros e clientes da companhia, vai gerar nos próximos seis anos, 780 mil empregos indiretos e uma receita de R$ 247 bilhões em novos negócios. Transformação digital será responsável por 50% dos gastos com software e computação em nuvem.

Cientista de Dados, desenvolvedor, CTO e analista de segurança da Informação são os mais procurados em TI

Essa é a constatação do Guia Salarial 2020, produzido pela consultoria Robert Half, com atenção às pequenas, médias e grandes empresas. Cientista de Dados pode ter salário inicial em torno de R$ 13 mil nas pequenas empresas e de R$ 26 mil nas grandes corporações.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site