Convergência Digital - Home

"Somos obcecados pelo cliente", diz Cleber Morais, da AWS Brasil

Convergência Digital
Ana Paula Lobo e Rafael Mariano - 18/06/2019

Há um espaço enorme para crescer os negócios de computação em nuvem no Brasil, e a AWS definiu como estratégia encantar os clientes. "Somos obcecados pelos clientes e não escondemos", afirma o presidente da AWS Brasil, Cleber Morais. Com o uso de cloud, observa o executivo, o cliente cuida do seu negócio, e a AWS, da infraestrutura necessária.

À CDTV, do portal Convergência Digital, durante o CIAB Febraban 2019, realizado de 11 a 13 de junho, em São Paulo, Cleber Morais esclareceu que a AWS é a divisão de nuvem da Amazon. "Fomos criados porque concebemos um diferencial tecnológico para ser ofertado para outros mercados", explicou. A resistência do setor financeiro ao uso da nuvem ficou no passado. "A nuvem é muito mais segura, hoje, do que ambientes próprios, por uma questão de recursos disponíveis para investimento em segurança", ressaltou o presidente da AWS.

Com fintechs e startups elegendo a cloud como prioridade de TI, os bancos usam a nuvem como diferencial competitivo. "Não é mais saber quando, mas como vão usar", disse. Entre os clientes que estão aderindo, está o BTG, que recentemente criou a sua unidade digital.

Sobre a concorrência na nuvem pública, Cleber Morais lembrou que apenas 5% da capacidade computacional no mundo está na nuvem. “Há, portanto, 95% de oportunidades para se conquistar. É um mercado de trilhões de dólares e há muito espaço para todos". Assistam à entrevista com o presidente da AWS Brasil, Cleber Morais.


LEIA TAMBÉM:
Destaques
Destaques

Governo negocia para transformar Foz do Iguaçu em zona franca para datacenters

O secretário de Telecomunicações do MCTIC, Vitor Elisio de Menezes, conta que negocia a incorporação dos datacenters em uma classe especial para consumo de energia, ativo que mais encarece as operações no Brasil.

Disseminação de serviços em nuvem puxa investimentos globais em TI

Segundo projeções da consultoria Gartner, gastos devem bater em R$ 15 trilhões neste ano e crescer 3,7% em 2020, puxados por cloud computing. 



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

As lições do buraco negro e da análise de dados às empresas

Por Paulo Watanave*

O fato é que por trás das aplicações e sistemas usados nas operações já existe um grande e variado conjunto de insights e algoritmos que podem ser usados para gerar valor real às organizações e para as pessoas de um modo geral. Estima-se que menos de 10% das companhias em todo o mundo tenham estratégias bem definidas para a utilização dos recursos digitais e das informações.

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site