INOVAÇÃO

Biometria é o ‘empurrão do governo’ para aumentar a bancarização

Por Ana Paula Lobo e Rafael Mariano ... 26/06/2019 ... Convergência Digital

A experiência da Índia no processo de inclusão bancária da população tem lições importantes que podem ser aproveitadas pelos brasileiros, assinalou o diretor-geral da Tata Consultancy Services no Brasil, Tushar Parikh, durante o CIAB Febraban. Segundo ele, empurrão governamental e sistemas de identificação por biometria fazem grande diferença.

“Na Índia, o governo teve um papel muito importante para a inclusão financeira. E esse mesmo caso pode ser aplicado ao Brasil, com o mercado financeiro, junto ao Banco Central, ao governo, para criar maior bancarização. Na Índia, o plano aumentou em até 80% a bancarização”, afirmou o executivo.

Ele lembra que já está em curso por aqui um processo de identificação baseado na biometria. “O Brasil trabalha na identificação única. Na Índia, esse programa de inclusão financeira se beneficiou da identificação única, porque, se cada banco tivesse a sua, seriam mais de 1,9 mil.”

Um impulso vem da demanda não apenas de acesso aos bancos em si, mas de programas governamentais. “Isso ajuda a criar uma bancarização dos cidadãos de baixa renda, porque os benefícios chegam também ao acesso a programas governamentais mesmo onde não há bancos”.  Assistam à entrevista.


Cloud Computing
Prefeitura de Jundiaí usa IA e nuvem pública da IBM no combate à Covid-19

A assistente virtual, MILLA, é baseada no IBM Watson Assistant, para oferecer à população da cidade do interior paulista um canal de fácil acesso para tirar dúvidas de como agir de forma rápida e apropriada.


Indústria de semicondutores reage à liquidação da Ceitec

Em nota, associação nacional do setor indica “preocupação” com a medida. “Liquidação distanciará ainda mais o Brasil do conhecimento de ponta.”

OBr.Global promove bootcamps Live sobre empreendedorismo

Aceleradora, especializada em internacionalização das empresas, ensinará técnicas adotadas no Vale do Silício, nos EUA.

Política de informática foi feita para o hardware, mas deu certo com o software

Para Sílvio Meira, a estratégia que o Brasil quer desenhar para Inteligência Artificial precisa desafiar à produção nacional para trazer os resultados pretendidos.

Open Banking faz XP ir às compras no Brasil

XP anunciou a aquisição de participação majoritária na fintech Fliper, responsável, hoje, por mapear R$ 7 bilhões lem investimentos na sua plataforma.

Software livre venceu e desapareceu. Agora tudo é serviço.

Como lembrou o cientista e professor Sílvio Meira, ao participar do Convergência Digital em Pauta, até o Windows passou a rodar sobre fundação Linux.  O mundo, hoje, é de quem tem o serviço como diferencial de concorrência.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G