Home - Convergência Digital

Florianópolis quer ser cidade laboratório do 5G no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo, de Florianopólis - 26/06/2019

Transformar Florianópolis na cidade laboratório do 5G no Brasil é o desejo do centro de referência em Inovação, Fundação CERTI, revela o superintendente de Negócios, Tecnologia e Inovação, Laércio Silva. A fundação fechou uma parceria com a TIM e está desenvolvendo aplicações e fazendo testes de uso- em campo - com a tecnologia 5G.

"O ambiente de negócios vai mudar completamente com o 5G. Será mais colaborativo. A inovação vai se transformar. E temos trabalhado com áreas como energia, saúde, economia criativa. Florianópolis tem um grande número de startups. Acreditamos que podemos ser o elo entre essas empresas iniciantes e o mercado", pontuou Laércio Silva.

Com o 5G, a ideia é experimentar na prática, as soluções de cidades inteligentes no Estado de Santa Catarina. "Há muito por fazer para o 5G decolar. Mas temos aplicações já em desenho na Fundação CERTI com Internet das Coisas, hoje, o nosso hardware está com Wi-Fi, mas já vamos trabalhar para ter o 5G. Muitas das nossas ofertas de IoT já estão sendo testadas em outros países. Tecnologia feita no Brasil e exportada pela sua capacidade de atender as demandas", revelou.

Nesta quarta-feira, 26/06, a TIM fez a apresentação de um teste 'em rede viva', ou seja usando a infraestrutura montada para atender a Universidade Federal de Santa Catarina, com o 5G ( equipamento Huawei). Foram mostradas como o 5G funciona na solução de MBB (banda larga móvel no celular), na chamada holográfica, na transmissão de conteúdo de realidade virtual, e na conexão FWA (banda larga fixa). A TIM fará testes semelhantes em Campina Grande, na Paraíba, e em Santa Rita do Sapucaí, Minas Gerais.

Ana Paula Lobo viajou a Florianópolis a convite da TIM Brasil




Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/02/2020
Anatel convoca fabricantes, teles e fornecedores para evento sobre 5G

19/02/2020
CCT do Senado cria subcomissão para acompanhar leilão do 5G

19/02/2020
Defesa Cibernética: 5G do Brasil deve resistir a riscos de qualquer empresa ou nação

19/02/2020
Itamaraty: Norma para fatiar fornecedores no 5G é dispensável

19/02/2020
Vivo: Controle de segurança sobre a Huawei é igual a de qualquer fornecedor

19/02/2020
Anatel: Quem escolhe fornecedor 5G são as teles vencedoras do leilão

18/02/2020
Senado chama GSI, Anatel e Huawei para debater disputa entre EUA e China pelo 5G

18/02/2020
Brasil terá 6,2 bilhões de downloads de aplicações móveis até 2023

17/02/2020
Claro, Ericsson e Qualcomm fazem teste de compartilhamento dinâmico de espectro 5G na AL

17/02/2020
Consulta sobre edital do 5G começa a receber sugestões

Destaques
Destaques

Governo do Brasil ainda avalia restringir Huawei na implantação do 5G

MCTIC estuda a publicação de um novo Decreto, ou em forma de Portaria, com normas para cibersegurança específicas para o setor de telecomunicações. A estratégia Nacional de Segurança Cibernética, recém-lançada pelo Governo, tratou - de forma genérica- o tema 5G.

5G exigirá uso de requisitos mínimos de Segurança Cibernética

Tecnologia é apontada como 'uma revolução na comunicação de dados, no potencial de emprego de equipamentos de Internet das Coisas e na prestação de novos e disruptivos serviços".

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site