Home - Convergência Digital

Trump cede à pressão interna e autoriza venda de produtos à Huawei

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 01/07/2019

Washington decidiu aliviar as sanções contra fabricante chinesa Huawei, conforme anunciou o próprio presidente, Donald Trump, após encontro com o presidente chinês Xi Jinping, à margem da reunião do G20, no Japão, durante o fim de semana.

“Acordamos que as empresas norte-americanas podem vender produtos para a Huawei”, afirmou Trump ainda no sábado, depois do encontro. O presidente norte-americano prometeu também não aumentar os direitos alfandegários sobre as importações chinesas, confirmando que as negociações entre as duas maiores potências mundiais serão retomadas: "Não vamos adicionar tarifas ou remover tarifas, pelo menos por enquanto".

Os presidentes dos dois países parecem ter concordado em relançar as negociações económicas e comerciais, depois do fim abrupto das negociações em maio. Trump garantiu que a reunião entre os dois correu "muito bem" e que as negociações estão "de volta ao caminho certo".

A Huawei foi colocada em uma lista de veto comercial dos Estados Unidos em maio, que restringe empresas norte-americanas de tecnologia de fazerem negócios com a fabricante de equipamentos de telecomunicações chinesa. Os principais impactos foram no suprimento de chips e atingiu até o sistema operacional Android, da Google. 

Trump disse no sábado que a proibição era injusta para os fornecedores dos EUA, que estavam irritados por não poderem vender componentes para a Huawei sem a aprovação do governo. Depois de dizer durante semanas que tem acesso a tecnologia não-americana suficiente para continuar suas operações, a Huawei disse no mês passado que terá um impacto na receita de 30 bilhões de dólares. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/02/2020
Consumo alto de energia desafia o futuro dos data centers

19/02/2020
Anatel: Quem escolhe fornecedor 5G são as teles vencedoras do leilão

14/02/2020
Huawei desafia governo dos EUA a provar o uso de backdoors

12/02/2020
Huawei diz que está pronta para continuar parceria com as teles no 5G

29/01/2020
Europa abre espaço para Huawei como fornecedora no 5G

28/01/2020
Reino Unido limita, mas permite Huawei no 5G

07/01/2020
Brasileiros têm até 31 de janeiro para se inscreverem em competição mundial de talentos em TIC

17/12/2019
Telefónica avisa que vai cortar drasticamente Huawei do 5G

09/12/2019
TRT-PR nega ataque hacker e responsabiliza software de storage da Huawei

09/12/2019
Huawei avança uso do Harmony, o seu sistema operacional

Destaques
Destaques

Governo do Brasil ainda avalia restringir Huawei na implantação do 5G

MCTIC estuda a publicação de um novo Decreto, ou em forma de Portaria, com normas para cibersegurança específicas para o setor de telecomunicações. A estratégia Nacional de Segurança Cibernética, recém-lançada pelo Governo, tratou - de forma genérica- o tema 5G.

5G exigirá uso de requisitos mínimos de Segurança Cibernética

Tecnologia é apontada como 'uma revolução na comunicação de dados, no potencial de emprego de equipamentos de Internet das Coisas e na prestação de novos e disruptivos serviços".

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site