Home - Convergência Digital

Embargo dos EUA à Huawei pesa no bolso e reduz o lucro da Samsung

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 03/07/2019

O embargo determinado pelo governo de Donald Trump à Huawei respingou forte no mercado de tecnologia. Analistas financeiros acreditam que a sul coreana Samsung divulgará uma queda de mais de 50% no lucro do segundo trimestre, atingida por uma queda na demanda por chips de memória pela Huawei, efeito que exacerbou a pressão sobre os preços do componente.

O resultado do período será o mais fraco da companhia sul-coreana em quase três anos e uma recuperação ainda deve levar alguns trimestres, uma vez que o a situação de excesso de oferta continua, afirmam analistas. Maior fornecedora de chips DRAM e NAND, a Samsung é também a maior fabricante de smartphones do mundo, mercado em que a Huawei e’a segunda colocada. Companhias ao redor do mundo foram forçadas a reduzir negócios com a Huawei para cumprirem sanções comerciais impostas pelos EUA contra a empresa chinesa.

“Como não há muitas empresas que possam comprar chips no lugar da Huawei, a Samsung tem que cortar preços para vendê-los”, disse Jay Kim, analista da Sangsangin Investment. A venda de chips representa mais de dois terços do lucro da Samsung. Já a divisão de celulares da empresa deve se beneficiar de uma queda de quase 40% nas vendas internacionais de aparelhos da Huawei. Mas até agora a Huawei tem apoio suficiente na China, maior mercado de smartphones do mundo, para manter sua posição no ranking global.

A TrendForce estima que os preços de chips DRAM nos três meses até junho caíram 25%. No mês passado, a empresa reduziu sua projeção para o trimestre de julho a setembro de declínio de 10% para queda de 15 a 20%.



Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/07/2019
Governo dos EUA convoca reunião com empresas para discutir boicote à Huawei

03/07/2019
Embargo dos EUA à Huawei pesa no bolso e reduz o lucro da Samsung

01/07/2019
Trump cede à pressão interna e autoriza venda de produtos à Huawei

26/06/2019
Governo de Brasília retoma Parque Tecnológico com laboratório de 5G e incubadora

24/06/2019
Huawei: "Vamos manter os altos investimentos em 5G"

17/06/2019
Nuvem é motor do crescimento futuro da Huawei

07/06/2019
Brasil não vai barrar Huawei, diz vice-presidente Hamilton Mourão

06/06/2019
Google Brasil endossa que Huawei não respeita política de privacidade

06/06/2019
Bloqueada nos EUA, Huawei anuncia acordo com a Rússia para 5G

06/06/2019
Ao Procon, Google diz que Huawei só atualiza Android até 19 de agosto. Fabricante assegura serviços

Destaques
Destaques

Varejo x bancos: carteira digital vira superaplicativo

Superados os obstáculos iniciais, mercado não financeiro acelera estratégia para ficar com preferência dos consumidores.

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site