Home - Convergência Digital

Olimpíada Brasileira de Robótica recebe mais de 200 mil inscrições

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 15/07/2019

Mais uma vez a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) superou as expectativas e recebeu mais de 200 mil inscrições de todo o País para a edição deste ano. A OBR tem como objetivos estimular os jovens a ingressarem em carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos, promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro, disseminar, incentivar e divulgar a robótica pelo Brasil. A coordenação nacional do evento está sediada na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

A OBR possui duas modalidades - prática e teórica - voltadas tanto ao público que nunca teve contato com robótica quanto ao público de escolas que já promovem a área. As atividades acontecem por meio de competições práticas (com robôs) e provas teóricas em todo território brasileiro. Os estudantes podem participar de apenas uma das modalidades ou das duas.

Em 2019, o total de inscritos na modalidade teórica é de 181.327 alunos de 2.151 escolas, sendo 1.250 públicas e 901 privadas. Já na modalidade prática, foram 23.625 inscrições oriundas de 1.906 escolas (1.005 públicas e 901 privadas). Em termos geográficos, os estados com maior número de inscritos na modalidade teórica são Ceará, São Paulo e Rio Grande do Norte. Na modalidade prática, São Paulo lidera seguido por Pernambuco e Paraíba.

Participam da Olimpíada estudantes de qualquer escola pública ou privada do Ensino Fundamental, Médio ou Técnico em todo o território nacional, desde o 1º ano do Ensino Fundamental até 3º ano do Ensino Médio ou Técnico. Os eventos das etapas regionais e estaduais estão acontecendo até o mês de setembro e o público está convidado a assistir e torcer. A entrada é gratuita. A etapa nacional acontece de 22 a 26 de outubro em Rio Grande (RS). A programação completa pode ser conferida no site da OBR (em www.obr.org.br).

A Coordenadora Nacional da OBR 2019, a professora Tatiana Pazelli, do Departamento de Engenharia Elétrica (DEE) da UFSCar, após participação na Comissão de Arbitragem da Robocup 2018 (Montreal) e na Robocup 2019 (Sydney), foi convidada a compor o Comitê de Organização da Robocup 2020, que será realizada em Bordeaux, na França. Mais informações podem ser obtidas no site www.obr.org.br e no Facebook (www.facebook.com/OBRobotica).

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/02/2020
Sebrae seleciona 160 startups para programa de aceleração

07/02/2020
Tecnologias de reconhecimento facial são rejeitadas pelos consumidores

05/02/2020
Softex seleciona projetos de inteligência artificial para aportes de R$ 250 mil

29/01/2020
PUC-Rio abre bolsas remuneradas em programa dedicado às Insurtechs

28/01/2020
Embrapii abre inscrições para projetos de inovação

22/01/2020
Aceleradora busca start-ups e projetos no setor de Cannabis no Brasil

17/01/2020
Europa pode banir por 5 anos reconhecimento facial

14/01/2020
Aceleradora OBr.Global promove workshops sobre empreendedorismo e inovação no Rio de Janeiro

14/01/2020
Embrapii tem R$ 80 milhões para credenciar universidades

20/12/2019
MCTIC atualiza programa de apoio a ecossistemas de inovação

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

TI e Internet lideram 13 dos 15 cargos profissionais em alta no Brasil

Levantamento feito pelo Linkedin mostra que gestor de redes sociais, engenheiro de cibersegurança, cientistas de dados e desenvolvedores seguem tendo alta demanda no mercado.

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site