INTERNET

Internet ultrapassa TV como principal fonte de informações científicas no Brasil

Luís Osvaldo Grossmann* ... 22/07/2019 ... Convergência Digital

A maioria dos brasileiros tem uma perspectiva otimista em relação `a ciência e tecnologia, segundo indica a pesquisa Percepção Pública da C&T no Brasil 2019, realizada pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) por encomenda do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. 

Uma das indicações da pesquisa é que a internet se tornou o principal canal de informação científica, ultrapassando a televisão pela primeira vez dentre as cinco edições desse levantamento: em 2006, a TV aparecia com 15% das respostas, enquanto a internet apenas 9%. Em 2019, a TV foi citada como principal fonte de informação científica por apenas 11%, enquanto a internet, 14%. 

Os resultados mostram alguma afinidade com temas científicos. Assim, 86% associam o sistema de posicionamento global GPS com o uso de satélites; 81% entendem que o centro da Terra é muito quente e 80% que terremotos podem causar tsunamis. Por outro lado, 73% acreditam que antibióticos matam vírus – quando na verdade o alvo são as bactérias. 

“Particularmente preocupante foi o desconhecimento dos brasileiros quanto ao uso de antibióticos, especialmente considerando que o uso excessivo e inadequado de antibióticos é a principal causa de resistência antimicrobiana no mundo e é importante problema de saúde pública”, conclui o estudo. 

A pesquisa também alerta que apesar da credibilidade em universidades e pesquisadores, 90% dos entrevistados não souberam apontar o nome de algum cientista e 88% não se lembravam de nenhuma instituição de ciência, nem mesmo universidades.

A pesquisa ouviu 2,2 mil pessoas, de 16 a 75 anos de idade, residentes em todas as regiões do país. Os entrevistados acreditam que a C&T é essencial para o desenvolvimento da nação e 86% deles creem que a pesquisa científica é preponderante para a indústria. O mesmo percentual vê a C&T como um meio para gerar mais oportunidades. 

Do total de participantes, 62% declararam ter algum nível de interesse em C&T. A lista de temas que mais atraem a atenção do brasileiro tem, na linha de frente, medicina e saúde (79% afirmaram ter interesse nesses temas) e meio ambiente (76%). O prestígio se estende aos próprios cientistas que, para 41% dos entrevistados, são considerados “pessoas inteligentes que fazem coisas úteis à humanidade”.

Para os brasileiros, os cientistas de universidades e institutos públicos de pesquisa estão entre as fontes mais confiáveis de informação com as quais se pode contar. O levantamento revelou que, em uma escala de -1 a 1, o índice de confiança dos cidadãos nessa categoria profissional é de 0,84, atrás apenas dos médicos (0,85). Em seguida, aparecem cientistas de empresas (0,46).

A maior parte da população defende, ainda, mais investimentos governamentais em C&T. De acordo com a edição de 2019 da pesquisa Percepção Pública da Ciência e Tecnologia no Brasil, cerca de 90% dos cidadãos afirma que é importante aumentar ou manter os esforços do governo na área. 

* Com informações da CGEE


Google reage à multa de US$ 2,6 bi e acusa Europa de travar a Inovação

A Comissão Europeia já aplicou multas de 8,25 bilhões de euros à empresa norte-americana, acusada na maior parte de adotar práticas anticoncorrenciais.

WhatsApp suspende 5 mil contas/mês no Brasil

"As nossas ações com uso de tecnologias, como Inteligência Artificial, não significam que mudamos a estratégia. A criptografia é uma ferramenta essencial para garantir a privacidade do cidadão", sustentou o diretor de Políticas Públicas para Aplicativos de Mensagens na América Latina, Pablo Bello. O executivo participou de debate sobre o dia mundial da Internet Segura.

Requisição de dados no exterior precisa de 'ajuste fino',diz ministro do STF

Para Moro, tribunais não devem abrir mão da jurisdição sobre dados no exterior

Na audiência do STF sobre o acesso a informações de brasileiros em datacenters fora do país, ministro da Justiça alegou que país não deve abrir mão da soberania sobre crimes praticados no Brasil. 

TJSP: iFood é responsável por furto cometido em entrega

“Vínculo autônomo não passa de nome para relações contratuais intensamente desiguais: uma economicamente robusta empresa perante desempregados ou mal remunerados de um dos países mais desiguais do mundo”, diz a decisão.

Revista Abranet 29 . dez/nov 2019 - jan 2020
Veja a Revista Abranet nº 29 Abranet teve uma atuação intensa em 2019, encaminhando contribuições públicas para consolidar uma internet produtiva, livre e inovadora. Futurenet: entidade discute tendências de mercado e tecnologia. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G