Home - Convergência Digital

Oi, com Google, quer dar novo fôlego ao SMS corporativo

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 26/07/2019

A Oi, está levando a plataforma Rich Communication Services (RCS) para o mercado corporativo, através do RCS Business Messaging (RBM). A tecnologia aprimora a experiência comercial oferecida através do SMS e permite que as marcas enviem mensagens mais diretas e interativas, possibilitando relacionamento transparente e seguro na comunicação com seus clientes para a realização de vendas, comunicação de serviços, atendimento, pesquisa, entre outras funcionalidades. Exclusivo para o ecossistema Android, o lançamento do RBM para grandes empresas é uma parceria entre a operadora e o Google, e também com as integradoras Infobip e Movile.

Utilizando a rede de solução de mensageria RCS, via rede móvel ou WiFi, o RBM oferece recursos multimídia mais completos e modernos para as empresas, como criar mensagens com a identidade visual da marca através de imagens, GIFs, vídeos, áudio, QR Codes, e ainda outros recursos relevantes, como selo de verificação para evitar fraudes e relatório de envio e leitura.

A aplicação também viabiliza o uso de botões para realização de chamadas, mapas, agendamento e a compra de produtos e serviços, proporcionando praticidade aos clientes e um novo canal de vendas para as empresas rentabilizarem os seus negócios. Segundo pesquisa da GSMA Intelligence, cerca de 86% dos smartphones serão habilitados para a aplicação até 2020. Para utilizar o RBM, o usuário tem que ter um smartphone Android e o aplicativo híbrido de SMS/RCS chamado Mensagens, desenvolvido pelo Google, e disponível na Google Play.

“No início do ano, realizamos a primeira campanha por RCS no Brasil para os nossos clientes do varejo e constatamos que os resultados foram muito melhores que por SMS. Tivemos uma conversão 8 vezes melhor na migração de clientes pré-pagos para planos controle em comparação ao envio do SMS. Com o RBM, estamos iniciando testes em algumas empresas como companhias aéreas e instituições financeiras e estamos com expectativa de   resultados muito positivos. Oferecemos uma evolução na maneira das empresas se comunicarem com os seus clientes trazendo inclusive novas receitas” diz Rodrigo Shimizu, diretor de Marketing Corporativo da Oi.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/10/2019
Questionada pela CVM, Oi diz que não controla intenções de compra

16/10/2019
"Claro que temos interesse na Oi", diz América Móvil

09/10/2019
Claro e TIM perdem. Oi fica sem poder de mercado em São Paulo, Centro-Oeste e Sul

07/10/2019
Cidade do Rock 5G registrou 11,6 milhões de conexões em rede WiFi gratuita

07/10/2019
"Fatiamento" da Oi está fora do escopo do novo Marco Legal de Telecom

03/10/2019
Oi amplia cobertura com 4,5G e chega a 35 municípios

02/10/2019
"Será uma honra ser sucedido pelo Rodrigo", diz Eurico Teles, da Oi

30/09/2019
Cidade do Rock no Rio vira Cidade 5G

26/09/2019
Oi terá 5G e dará WiFi gratuito para clientes e não-clientes no Rock in Rio

20/09/2019
Rodrigo Abreu, ex-TIM, assume função estratégica na Oi

Destaques
Destaques

5G chegará a 75 milhões de conexões na América Latina até 2023

Até lá, a tecnologia LTE segue com um crescimento considerável. Em junho foram 4,7 bilhões de conexões, ou 53% de todas as conexões celulares no mundo, revela a 5G Americas.

TVs defendem migração da banda C para Ku e calculam custo em R$ 2,9 bilhões

Abratel, que representa Record e Rede TV!, apresentou formalmente à Anatel uma proposta de migração das transmissões como forma de evitar a interferência do uso da faixa de 2,5 GHz nas antenas parabólicas.  

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site