SEGURANÇA

Segurança cibernética: WannaCry ainda é um perigo real no Brasil

Convergência Digital ... 06/08/2019 ... Convergência Digital

O Brasil sofreu 15 bilhões de tentativas de ataque cibernético em apenas três meses, entre março e junho , revelou a empresa especializada em segurança cibernética Fortinet. O serviço de inteligência contra ameaças da empresa, FortiGuard, detectou a prevalência de ataques antigos como os usados no ransonware Wannacry em 2017 e aqueles que violaram seriamente os bancos no Chile e no México em 2018. A eficácia desse tipo de ataque indica a presença ainda existente de sistemas não corrigidos ou atualizados em empresas brasileiras e a necessidade crítica de maior investimento em tecnologias de segurança cibernética.

"A segurança cibernética passou de um elemento complementar para uma necessidade crítica para todas as empresas em seu processo de transformação digital. A questão não é mais "o que fazemos se sofrermos um ataque cibernético?", mas seria "o que fazemos quando sofremos um ataque cibernético?", afirmou o diretor da Fortinet no Brasil, Frederico Tostes.

Os resultados da pesquisa FortiGuard foram apresentados no âmbito do Fortinet CiberSecurity Summit (FSC19), realizado nesta terça-feira, 06/08, em São Paulo. Os dados mais relevantes do estudo são:

• Antigas e conhecidas ameaças permanecem muito ativas no Brasil

o DoublePulsar, o troiano usado para distribuir malware em ataques reconhecidos como o ransomware Wannacry em 2017 e ataques a bancos no Chile e no México no ano passado, esteve entre os três mais detectados no Brasil no segundo trimestre de 2019.

• Grande número de tentativas de exploit de aplicativos para negação de serviços

o Cerca de 73% das tentativas de intrusão em redes detectadas no Brasil exploraram uma vulnerabilidade que permite ativar um comando para gerar ataques por negação de serviços em servidores NTP (Network Time Protocol é um protocolo da Internet para sincronizar os relógios de sistemas de computadores através de roteamento de pacotes em redes).

• O malware que afeta o Windows e é usado para "criptomineração"

o Cerca de 33% do malware detectado no Brasil foi um "verme" com características de troiano que afeta computadores com o sistema operacional Windows. Pode ser considerado um ataque sério se você não tiver um antivírus atualizado.

o Além disso, o malware CoinHive, usado para "criptomineração" de Bitcoin, foi o segundo mais detectado no Brasil durante o segundo trimestre do ano.

• Dispositivos de IoT continuam sob a ameaça do botnet Mirai

o Desde seu lançamento em 2016, o botnet Mirai, que ataca dispositivos IoT continua registrando uma explosão de variantes e atividades. Classificados em segundo lugar no Brasil, os criminosos cibernéticos continuam a usar o Mirai como uma oportunidade para assumir o controle desses dispositivos.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

TSE convoca profissionais de TI para testar segurança das urnas eletrônicas

Evento ocorrerá no período de 25 a 29 de novembro, na sede do TSE, em Brasília. Inscrições vão, agora, até o dia 22 de setembro.

Governo: LGPD vai reavaliar o uso e o tratamento de dados

Para o coordenador geral do Centro de Tratamento de Incidentes de Redes de Governo, major Democlydes Carvalho, assim como o trânsito se tornou mais civilizado com a regulação, o mesmo vai acontecer com a segurança de dados a partir da vigência da Lei de Dados Pessoais.

LGPD: 'Invistam o máximo possível capacitação", aconselha especialista

Para o diretor de governança do Imperial College de Londres, Okan Kibaroglu, organizações, públicas ou privadas, precisam de um despertar generalizado para a proteção de dados.

Pirataria do Windows e malware são os golpes mais usados no Brasil

Empresa de segurança Kaspersky informa que bloqueia 22 ataques por segundo no País. Dois entre três ataques usam a mesma vulnerabilidade do WannaCry.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G