GOVERNO » Compras Governamentais

Banco Central vai comprar criptografia para fazer 4 mil operações por segundo

Luís Osvaldo Grossmann ... 09/10/2019 ... Convergência Digital

O Banco Central do Brasil abriu edital para contratação de módulos de segurança criptográfica de rede, a ser realizada por pregão eletrônico, marcado para 21/10 por meio do portal Comprasnet, e em regime de ata de registro de preços dividida em três subitens mas com critérios de preço único. 

Entre as especificações técnicas do edital, a solução deverá ter um módulo com capacidade de realizar 700 operações criptográficas por segundo e outro com capacidade de realizar 4 mil operações por segundo. A compra inclui hardware, firmware e as licenças de softwares necessárias, incluindo os provedores de serviços criptográficos (CSP) a serem instalados nos servidores de aplicação do Bacen, e garantia de 48 meses. 

Ainda de acordo com o edital, a solução deverá prover alta disponibilidade, permitir que as chaves privadas geradas pelo Bacen sejam replicadas para todos os equipamentos que componham a solução, com escalabilidade, capaz de criar no mínimo 50 conjuntos de certificados e chaves totalmente segregados, com senhas de acesso às chaves individuais e suportar a geração e armazenamento de no mínimo 10 mil chaves em partições distintas. 


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Adiamento de tributos do Simples termina em setembro

A partir de outubro voltam os prazos de recolhimento adiados como medida durante a pandemia de Covid-19.

STJ nega envio de 'Caixa de Pandora' para Justiça Eleitoral

Quarta Turma do Supertior Tribunal de Justiça autorizou, no entanto, nova perícia nos vídeos que flagraram, em 2009, empresários de tecnologia da informação pagando propina a integrantes do governo do Distrito Federal. 

MCTI e MCom vão compartilhar orçamento até 2021

Portaria interministerial foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. Até junho de 2021, os recursos serão compartilhados e será criado um Centro de Custos para a divisão dos gastos entre os dois ministérios, até a definição do orçamento de 2021.

TICs ganham fôlego com retirada do pedido de urgência da reforma tributária

Decisão agrada as empresas de software e serviços e ao mercado de telecomunicações. Isso porque a proposta de unificação do PIS e da Cofins, com elevação da alíquota para 12%, seria prejudicial para o setor, que pagaria ainda mais imposto.

Governo restringe o que ministros e secretários podem falar sobre estatais

Decreto altera o Código de Conduta da Alta Administração Federal para vedar divulgação de “informação que possa causar impacto” nas ações ou relações com consumidores, mercado e fornecedores. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G