Convergência Digital - Home

Analytics e IA: Open Source massifica o autosserviço

Convergência Digital
Por Roberta Prescott* - 19/02/2020

Analytics e inteligência artificial (IA) estão cada vez mais entrelaçados, buscando simplificar o consumo de um volume crescente de informações e gerando mais insights para os negócios, explicou Luciano Ramos, gerente de pesquisa e consultoria de software e serviços da IDC Brasil, durante apresentação das previsões da IDC para 2020. Houve, segundo ele, uma mudança importante no mindset das empresas, que passaram a ter projetos menores e mais direcionados de analytics e IA. “A ideia é resolver uma dor e, então, avançar para a próxima”, disse.

Para tanto, as empresas estão buscando plataformas que sejam expansíveis. Outra tendência é a maior adoção de ferramentas open source ganhando em um modelo no qual as empresas privilegiam o autosserviço e a autonomia para a criação. O baixo custo de implementação de open source leva empresas à experimentação e à criação de um primeiro nível de conhecimento sobre o tema. Mas, ainda assim, 64% das empresas pretendem contratar consultorias especializadas (de TI ou de negócios) para auxiliá-las.

No que tange a modelos de negócio, a IDC aponta que inteligência artificial continua sendo um tema central para UX, em especial, na automação do atendimento. “IA ainda é tema incipiente com maior parte é aplicações em analytics. Sempre são capacidades analíticas que trazem inteligência”, disse Ramos. 

A IDC estima que as soluções de software voltadas para analytics e IA crescem 11,5% e, juntas, devem somar US$ 548 milhões em 2020. O interesse em consultoria de negócios promoverá um crescimento de 6,2% neste ano para este tipo de serviço, trazendo oportunidades não apenas para grandes players, mas também para boutiques e provedores de nicho.


Destaques
Destaques

Compartilhamento de dados fomenta o big data no governo federal

A TIC Governo Eletrônico 2019 mostra que ainda há muito por usar em análise de dados no governo. O MPF foi o maior utilizador dos dados para análise. O Executivo ficou com apenas 20%. Serviços na nuvem também ficam aquém do desejado.

Evite os mitos. Nuvem não é mágica nem resolve tudo

Mesmo com dados de crescimento constantes, conceitos errôneos atormentam a computação em nuvem e retardam, muitas vezes, a adoção da tecnologia. Os mitos,advertem o Gartner, são perigosos e enganosos.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site