Home - Convergência Digital

Justiça trava Trump e suspende banimento do WeChat nos EUA

Convergência Digital - 21/09/2020

Um tribunal federal dos Estados Unidos concedeu uma liminar para suspender a proibição ao aplicativo chinês WeChat, com base em um processo alegando que a medida viola a Primeira Emenda à Constituição do país, que garante liberdade de expressão. A decisão foi emitida na noite de sábado, véspera do prazo para o banimento do aplicativo, assim como do também chinês Tik Tok. 

“Certamente o interesse geral do governo pela segurança nacional é significativo. Mas embora o governo tenha estabelecido que as atividades da China levantam preocupações de segurança nacional significativas, apresentou escassas evidências de que o banimento efetivo do WeChat para todos os usuários dos EUA resolve essas preocupações ”, apontou a juíza Laurel Beeler, do Tribunal Distrital dos EUA em São Francisco, na Califórnia.

A ação, movida um grupo de usuários do WeChat, sustenta que o aplicativo representa uma praça pública virtual para falantes de chinês nos Estados Unidos e que bani-lo prejudicaria a liberdade de expressão. 

Para a juíza, “os demandantes mostraram sérias questões sobre o mérito da reivindicação”. Ainda segundo a decisão, “há alternativas óbvias para uma proibição completa, como barrar o WeChat de dispositivos governamentais, como a Austrália fez, ou tomar outras medidas para lidar com a segurança dos dados”. 

Nem o bloqueio do WeChat, nem do Tik Tok devem prosseguir imediatamente. Além da ordem judicial, uma decisão, também do mesmo sábado, do Departamento de Comércio dos EUA, adiou o bloqueio do TikTok por uma semana, até 27/9, por conta da negociação conduzida pela dona do app, a Byte Dance, com a americana Oracle. 

Uma ordem executiva de Donald Trump, emitida no mês passado, dá à ByteDance até 12 de novembro para concluir a venda das operações da TikTok nos EUA. Um acordo preliminar delineado por ByteDance e Oracle no sábado não chega a uma venda, mas mudaria a estrutura da empresa e daria à Oracle e ao varejista Walmart uma participação combinada de 20% em uma nova entidade da TikTok Global que teria sede nos Estados Unidos.  A Oracle disse em um comunicado à imprensa no sábado que teria uma participação de 12,5% na nova entidade e se tornaria o "provedor de tecnologia de nuvem segura" da TikTok. O Walmart disse que concordou “provisoriamente” em assumir uma participação de 7,5%.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/10/2020
NIC.br divulga série de animações que incentivam uso seguro da internet

15/10/2020
França e Holanda pressionam Europa por agência reguladora para Google e Facebook

13/10/2020
No Rio,teles estão obrigadas a informar redução de velocidade em tempo real

07/10/2020
STJ volta atrás e diz ser legal cobrar taxa por ingressos vendidos pela Internet

07/10/2020
Rádio pela internet e streaming de áudio crescem durante pandemia

06/10/2020
Tráfego móvel cai com isolamento e maior dependência do Wi-Fi

01/10/2020
Sebrae: Pandemia faz disparar a procura de cursos online pelas PMEs

01/10/2020
Covid-19: maioria teme o uso dos dados pessoais nos serviços públicos online

24/09/2020
TSE convoca empresas a apresentarem soluções para voto online

21/09/2020
Justiça trava Trump e suspende banimento do WeChat nos EUA

Destaques
Destaques

Conexão no campo pode render até R$ 50 bilhões em dois anos

Estudo do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) revela que, hoje, faltam quase 15 mil antenas e torres para ofertar o serviço necessário para a digitalização do agronegócio. Os números foram revelados no Painel Telebrasil 2020.

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site