Home - Convergência Digital

Covid-19: 70% das empresas da indústria eletroeletrônica não reduziram pessoal

Convergência Digital* - 03/06/2020

Mesmo com o cenário adverso decorrente da pandemia de Covid-19, a maior parte das empresas da indústria eletroeletrônica está determinada a preservar os empregos, revela uma sondagem realizada pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), entre os dias 26 e 29 de maio. Segundo a pesquisa, 70% das empresas afirmaram que não houve redução em seus quadros de empregados no mês de maio, mesmo percentual verificado na pesquisa de abril.

Vale lembrar que, conforme a sondagem realizada no início de maio, 95% das entrevistadas indicaram a realização de ações com o objetivo de evitar ou reduzir demissões, tais como: teletrabalho (homeoffice); antecipação de férias individuais; acordos de redução de jornada de trabalho e salários; uso do banco de horas; utilização de linha de crédito para folha de pagamentos; entre outras.

A última pesquisa da Abinee também revela que 87% das entrevistadas estão adotando as medidas emergenciais anunciadas pelos governos municipal, estadual e federal), a fim de amenizar os impactos econômicos da Covid-19. A pesquisa constata, porém, que 68% das empresas projetam queda na produção em 2020 em relação a 2019. Outras 25% acreditam estabilidade e apenas 7% têm expectativa de crescimento na produção este ano. Conforme as entrevistadas, a produção neste ano deverá ficar 15% abaixo da verificada no ano passado.

Segundo o presidente da Abinee, Humberto Barbato, a perspectiva negativa em relação ao desempenho no ano reflete a situação atual, além das incertezas sobre como será o comportamento do consumidor quando o comércio voltar. "O consumidor sem segurança não vai trocar seu celular sem saber se vai ter seu emprego mantido", afirma.

De acordo com esse levantamento, 62% das empresas já apresentaram queda na produção em abril em relação a março de 2020, 32% verificaram estabilidade e apenas 6% das pesquisadas informaram crescimento na produção. Esses resultados demonstram os efeitos nocivos da pandemia da Covid-19, que impactou na atividade do setor durante o mês inteiro de abril, uma vez que o coronavírus chegou ao Brasil em meados de março.

Em maio, 41% das entrevistadas indicaram estabilidade, o que demonstra que o fraco resultado apontado em abril se repetiu no mês seguinte. Mesmo na comparação com a fraca base observada em abril, 38% das entrevistadas indicaram nova redução na produção em maio. As demais empresas (21%) apontaram incremento na produção em relação ao mês imediatamente anterior.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

28/07/2021
Justiça: se recusar a tomar vacina contra Covid-19 dá justa causa

15/07/2021
Home Office foi realidade para apenas 11% dos trabalhadores no Brasil

08/07/2021
Inteligência Arficial brasileira salva vidas no combate à Covid-19

02/07/2021
ConecteSUS viabiliza carteira digital de vacinação da Covid-19

01/07/2021
Governo sinaliza a não renovação de programa de preservação de emprego

25/06/2021
Anatel insiste para vacinação prioritária aos profissionais de Telecom

21/06/2021
Quase metade dos brasileiros usou telemedicina durante a pandemia de Covid-19

18/06/2021
Campanha pede vacinação prioritária para quase 1 milhão de trabalhadores de Telecom

14/06/2021
Trabalho remoto e tecnologias inadequadas dificultaram ações antifraude

01/06/2021
Congresso derruba veto de Bolsonaro e destina R$ 3,5 bilhões para internet a estudantes

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Profissionais de TI: como reter talentos?

Por Ary Gatto*, CEO da Runtalent

Essa é a pergunta de um milhão de dólares. Não existe resposta correta, mas pela minha experiência, acredito que  os especialistas em TI buscam cada vez mais produtos e projetos inovadores, que tornem o dia mais prazeroso. É claro que dinheiro ainda é importante e fundamental, mas o cenário mudou.

Destaques
Destaques

Home Office foi realidade para apenas 11% dos trabalhadores no Brasil

Pesquisa feita pelo IPEA mostra que o setor privado respondeu por 63,9% do teletrabalho por conta da pandemia de Covid-19. Entre os funcionários públicos, a esfera federal teve 40,7% dos trabalhadores em regime de home office, enquanto a estadual, 37,1%, e a municipal, 21,9%.

Contratações em TIC cresceram 300% no 1ºtri e ainda assim foram insuficientes

Entre janeiro e março foram abertas 52.743 novas vagas, frente as 59.193 criadas ao longo do ano passado, segundo a Brasscom.

TRT-2 valida demissão feita pelo WhatsApp

A 18ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região confirmou a demissão de uma educadora de ensino infantil justificando que a OTT se 'tornou um grande aliado, especialmente em 2020, como ferramenta de comunicação como qualquer outra'.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site