08/06/2021 às 14:00
Carreira


Dois anos depois, app do Google para programação gratuita ganha versão em português
Convergência Digital

A partir desta terça-feira, 08/06, os brasileiros poderão acessar a versão em português do Grasshopper, aplicativo gratuito desenvolvido pelo Google com o objetivo de ensinar programação para iniciantes através de jogos e lições interativas de JavaScript, a linguagem utilizada por mais de 70% dos programadores.

Criado por uma equipe de programadores do Google em sua incubadora para produtos experimentais, a Area 120, o Grasshopper tem como missão remover as barreiras que limitam o acesso à educação e preparar adultos e jovens para carreiras que utilizam a programação. O aplicativo faz parte da iniciativa Cresça com o Google , que reúne uma série de programas do Google para o desenvolvimento de pessoas e negócios. "Programar está se tornando uma habilidade essencial no mercado de trabalho, e queremos que todos possam aprender sobre isso", diz Susana Ayarza, diretora de marketing do Google.

O aplicativo oferece um ambiente de aprendizagem centrado em quem está começando - ou quer começar - a entender o mundo da programação. Por meio de uma metodologia interativa, o aplicativo traz quebra-cabeças visuais, que instigam os alunos a utilizar os principais conceitos de codificação, como funções, loops e variáveis. Com o Grasshopper, é possível aprender técnicas como: criar animações ou resolver problemas utilizando códigos, ou ainda construir um site com HTML e CSS. Agora, os brasileiros poderão ler as instruções, obter suporte e receber feedback em seu idioma nativo.

O conhecimento em tecnologia tornou-se quase essencial para quem vislumbra um futuro promissor no mercado de trabalho. Segundo a McKinsey , até 2030, o Brasil precisará de 1 milhão de profissionais nesta área. E as oportunidades em programação são uma das que melhor despontam neste cenário. Por isso, tem sido cada vez maior o número de pessoas que estão migrando para a carreira de programador, como mostra, por exemplo, um estudo recente do Google com a consultoria Bain & Company. Hoje, no Brasil, cerca de 30% dos desenvolvedores vieram de outras atividades. Entre eles, 80% apontam melhoria na qualidade de vida e perspectiva de crescimento. Já metade diz que recomendaria a carreira para seus amigos.

Desde o lançamento do Grasshopper, em 2018, um milhão de pessoas passaram pelo menos uma hora aprendendo a codificar por meio do aplicativo. Estudos acadêmicos sobre a eficácia do Grasshopper mostraram que, após duas semanas de uso, os alunos estão mais motivados para aprender a programar. E embora as mulheres tenham a tendência a se sentir menos seguras no início de suas jornadas de aprendizagem de codificação, foi observado que a diferença de confiança entre homens e mulheres diminui em 18% quando utilizam o aplicativo. A inclusão das mulheres no setor é um dos objetivos do Grasshopper, cujo nome é homenagem a Grace Hopper, uma das pioneiras na programação de computadores.


Powered by Publique!