Home - Convergência Digital

Empresa de TI é obrigada a pagar PLR depois de disputa judicial

Convergência Digital - 05/03/2021

A Sonda do Brasil, empresa de TI, terá de pagar o PLR - Programa de Participação nos Lucros e Resultados- referente ao ano de 2014 para 1.791 trabalhadores da empresa que estavam registrados nos CNPJs: 64.641.327/0001-25, 64.641.327/0007-10, 64.641.327/0009-82, 64.641.327/0006-30 e 64.641.327/0008-00. A decisão aconteceu depois de uma longa disputa judicial travada entre a companhia e o Sindpd/SP.

Em 2015, com base na cláusula 16ª da CCT de 2014 dos Profissionais de Tecnologia da Informação, o Sindpd entrou com uma ação na justiça do trabalho cobrando que a Sonda do Brasil S/A., matriz e filiais, fizesse a extensão do pagamento da PLR que outra empresa do Grupo, a ElucidSolutions S/A, praticou naquele ano, mediante acordo coletivo com o Sindpd.

Na decisão, a juíza do Trabalho, Juliana JamtchekGrosso, destacou que a ação do Sindicato "pretende a aplicação das cláusulas do acordo coletivo de trabalho firmado pela empresa ElucidSolutions S/A para o pagamento de participação de lucros e resultados, aos empregados da reclamada, eis que integrante do mesmo grupo econômico".

A juíza destaca que a cláusula 16ª da Convenção Coletiva de Trabalho acordada entre Sindpd e Seprosp prevê que "empresas abrangidas por esta Convenção Coletiva de Trabalho, pertencentes a grupos empresariais que já praticam a Participação nos Lucros ou Resultados a qualquer outra Empresa do grupo, obrigam-se a estendê-la, nos mesmos parâmetros, também para seus empregados".

A Drª Juliana Jamtchek Grosso determinou e extensão do "teor do acordo coletivo firmado pela empresa ElucidSolutions S/A aos empregados da ré, para que, preenchidos os requisitos previstos nas cláusulas pactuadas, sobretudo, quanto às cláusulas 1.1 a 1.5., façam jus ao pagamento da participação de lucros e resultados, conforme condições estabelecidas nas cláusulas segunda e seguintes do mesmo instrumento."

Os valores já estão disponíveis para pagamento. Outras 8 ações contra empresas do Grupo Sonda com o mesmo objeto correm na justiça do trabalho, objetivando o pagamento para os demais funcionários das empresas. Todos aguardam decisões de recursos em instâncias superiores do judiciário.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/06/2021
TRT desiste de mediar patrões e empregados de TI em São Paulo

28/05/2021
Empresas de TI no Distrito Federal propõem reajuste de 2,37%

27/05/2021
Audiência do Dissídio coletivo de TI em São Paulo é adiada para 09 de junho

12/05/2021
Dissídio de TI São Paulo: Patrões e empregados seguem sem acordo

04/05/2021
TRT julga dissídio coletivo de 2020 dos profissionais de TI em São Paulo

11/03/2021
Funcionários da Procergs encerram greve de 50 dias

05/03/2021
Empresa de TI é obrigada a pagar PLR depois de disputa judicial

01/02/2021
Impasse entre patrões e empregados, faz TRT/São Paulo convocar Ministério Público do Trabalho

18/01/2021
Em São Paulo, sem acordo em 2020, patrões e empregados de TI discutem Convenção 2021

18/01/2021
Trabalhadores da Procergs entram em greve por aprovação de acordo coletivo 2020

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Profissionais de TI: como reter talentos?

Por Ary Gatto*, CEO da Runtalent

Essa é a pergunta de um milhão de dólares. Não existe resposta correta, mas pela minha experiência, acredito que  os especialistas em TI buscam cada vez mais produtos e projetos inovadores, que tornem o dia mais prazeroso. É claro que dinheiro ainda é importante e fundamental, mas o cenário mudou.

Destaques
Destaques

Home Office foi realidade para apenas 11% dos trabalhadores no Brasil

Pesquisa feita pelo IPEA mostra que o setor privado respondeu por 63,9% do teletrabalho por conta da pandemia de Covid-19. 

Contratações em TIC cresceram 300% no 1ºtri e ainda assim foram insuficientes

Entre janeiro e março foram abertas 52.743 novas vagas, frente as 59.193 criadas ao longo do ano passado, segundo a Brasscom.

TRT-2 valida demissão feita pelo WhatsApp

A 18ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região confirmou a demissão de uma educadora de ensino infantil justificando que a OTT se 'tornou um grande aliado, especialmente em 2020, como ferramenta de comunicação como qualquer outra'.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site