Clicky

Convergência Digital - Home

Com AWS, Huawei e Google, Extreme Digital vence pregão de nuvem federal por R$ 65 milhões

Convergência Digital
Luís Osvaldo Grossmann - 06/04/2021

A Extreme Digital Solutions foi habilitada no pregão da nuvem pública do governo federal, apontada como vencedora da disputa com outras 20 empresas com o menor lance, de R$ 65,94 milhões, para o contrato de dois anos como integradora multinuvem para órgãos federais. 

No caso, a proposta inclui as nuvens da AWS, Huawei e Google – o edital exige um mínimo de duas nuvens, fornecidas por empresas com datacenter no Brasil. A empresa passou pela qualificação jurídica, fiscal, trabalhista e econômico-financeira, mas o resultado final ainda está pendente de análise de quatro recursos. 

A habilitação da Extreme Digital Solutions como vencedora da licitação, formalizada na segunda, 5/4, foi questionada pela Claro/Embratel, que é a atual integradora, e que apresentou a segunda melhor proposta no pregão (R$ 71,44 milhões). 

Outras três concorrentes também apresentaram recursos contra a habilitação da EDS, caso da Globalweb, AX4B e Telefônica, terceiro, quarto e sexto melhores lances no pregão, respectivamente: R$ 84,04 milhões; R$ 85,69 milhões e R$ 89,52 milhões. 

Essa é a segunda contratação da nuvem pública do governo federal. A primeira, realizada em 2018, só teve implantação pra valer em 2020 – naquele caso era um contrato de 12 meses, vencido pela Claro por R$ 30 milhões e que chegou a atender 26 órgãos federais. A nova contratação, com o dobro de órgãos públicos na partida, é por dois anos e chegou a ser estimada em R$ 370 milhões. 


Destaques
Destaques

Inteligência Artificial: Com estratégia certa, impacto de quatro pontos no PIB do Brasil até 2030

A inteligência artificial exige que se forme e qualifique profissionais no país, advertem especialistas. Para eles, a IA evoluiu e já passou da etapa de experimentação pra uso industrial. Para Fábio Cozman, da USP, a IA leva o país para a Sociedade 5.0, quando máquinas e seres humanos vão interagir de forma harmoniosa.

TCU cobra base de dados única do governo federal

Para a Corte, é responsabilidade da União criar uma base única de dados como forma de impedir fraudes.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como ter nuvem sem reescrever sistemas e adequada à LGPD

Por Marco Wenna*

Como auditar e reescrever linhas de código em tempo hábil para essas migrações para a nuvem a um custo factível para que todas as linhas de código estejam em conformidade com a Lei Geral de Proteção a Dado? Esse é um desafio presente.

Serviços SaaS, proteção de dados e a LGPD

Por Eder Miranda*

Ter um plano abrangente de proteção adicional de dados para as plataformas SaaS é vital para os negócios, uma vez que as empresas não podem abrir sem ter o controle sobre o que está sendo protegido e sobre a maneira como isso está sendo feito pelos fornecedores de software como serviço.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site