Clicky

Convergência Digital - Home

Etice usa Oracle para ser o maior broker de nuvem para setor público

Convergência Digital
Luís Osvaldo Grossmann - 12/08/2020

Nascida com a implantação de uma rede de fibra óptica em todos os municípios do estado, a empresa de tecnologia de informação do Ceará, a Etice, se transformou em uma empresa integradora para oferta de soluções de tecnologia, a começar pela computação em nuvem, com infraestrutura baseada em Oracle. E segundo seu presidente, Adalberto Pessoa, já é a maior do país. 

“A Etice é hoje um marketplace de soluções ao setor público. Usamos a Lei 13.303/16 [Lei das Estatais] para estabelecer parcerias e o setor público nos contrata como broker, como integrador dos serviços. Temos hoje em recursos disponíveis para o setor público contratar mais de R$ 500 milhões. Somos o principal broker para setor público do Brasil”, afirmou Pessoa durante o Oracle Transformation Day sobre setor público realizado nesta terça, 11/8. “Temos um modelo jurídico que permite oferecer serviço a qualquer lugar do Brasil.”

Do lado da infraestrutura, a rede contempla mais de 8 mil km de fibra óptica e alcança os 184 municípios cearenses, conectando mais de 3,5 mil unidades administrativas. Com posição geográfica privilegiada, Fortaleza se tornou um hub global com 14 cabos submarinos conectando o Brasil à África, Europa, América Central, e à costa leste norte americana. Outros quatro cabos estão na fila. Sobre tudo isso, a empresa migrou para a nuvem para oferecer a camada de serviços. 

“A decisão estratégia de migrar para a nuvem foi muito importante. Hoje praticamente toda as secretarias ou já estão em nuvem pública ou privada, a maioria pública, ou estão em processo de migração. Isso é fundamental em uma estratégia de transformação digital no médio e longo prazo. Com essa infraestrutura em nuvem substituindo os antigos datacenters, conseguimos ter uma capacidade de renovação do Estado. Em nuvem podemos modificar as características para tender a constante chegada de novas tecnologias e arquiteturas. Temos que buscar uma infraestrutura capaz de dar flexibilidade e elasticidade na oferta de serviços digitais.Assistam a participação de Adalberto Pessoa no Oracle Transformation Day.


Destaques
Destaques

TIM elege a nuvem e mira não ter mais datacenter em 2023

Ao assumir estar no meio de uma jornada para ser uma operadora 100% baseada em dados, a CIO da TIM Brasil, Auana Mattar, conta como é trabalhar com três provedores: Google, Microsoft e Oracle. Ao participar do SAS Telco Summit 2021, a executiva observou: é importante estudar as aplicações e como elas se comunicam antes de migrá-las para computação em nuvem.

Inteligência Artificial: Com estratégia certa, impacto de quatro pontos no PIB do Brasil até 2030

A inteligência artificial exige que se forme e qualifique profissionais no país, advertem especialistas. Para eles, a IA evoluiu e já passou da etapa de experimentação pra uso industrial. Para Fábio Cozman, da USP, a IA leva o país para a Sociedade 5.0, quando máquinas e seres humanos vão interagir de forma harmoniosa.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como ter nuvem sem reescrever sistemas e adequada à LGPD

Por Marco Wenna*

Como auditar e reescrever linhas de código em tempo hábil para essas migrações para a nuvem a um custo factível para que todas as linhas de código estejam em conformidade com a Lei Geral de Proteção a Dado? Esse é um desafio presente.

Serviços SaaS, proteção de dados e a LGPD

Por Eder Miranda*

Ter um plano abrangente de proteção adicional de dados para as plataformas SaaS é vital para os negócios, uma vez que as empresas não podem abrir sem ter o controle sobre o que está sendo protegido e sobre a maneira como isso está sendo feito pelos fornecedores de software como serviço.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site