Clicky

Convergência Digital - Home

Incêndio no maior data center da Europa alerta para estratégia de recuperação de desastre

Convergência Digital
Convergência Digital - 10/03/2021

Data center, mesmo com todos os seus requisitos de segurança, também tem risco de incidentes. O melhor exemplo é o incêndio na madrugada desta quarta-feira, 10/03, no centro de dados da provedora de nuvem, OVHcloud, em Estrasburgo, no leste da França, uma das 17 existentes da empresa na Europa. Quatro data centers foram destruídos pelo fogo e um foi desligado e está sob rescaldo dos bombeiros. 

Diante do estrago, o maior provedor de serviços de cloud da Europa solicitou aos seus clientes, entre eles o Governo da França e a bolsa de criptomoedas Deribit, para ativarem seus planos de recuperação de desastre, mas muitos reclamam de estarem com seus sites e e-mails sem funcionamento.

O Centre Pompidou, um dos complexos de arte mais conhecidos da França e cliente da OVHcloud, disse que seu site está fora do ar. A bolsa de criptomoedas Deribit informou que seu blog caiu, mas que as negociações não foram afetadas. O servidor de xadrez gratuito Lichess.org revelou a perda de 24 horas de histórico de jogos e a agência de notícias eeNews Europe confirmou estar com seus sites fora do ar.  Os efeitos extrapolam a França. A União Soviética relatou grande dificuldade para acessar o Google e o You Tube após o incêndio.

“Não temos acesso ao local. É por isso que SBG1, SBG3, SBG4 não serão reiniciados até que saibamos as reais condições”, informou o fundador e presidente da OVHcloud, Octave Klaba no Twitter, referindo-se às unidades que abrigam os servidores. Fundada por em 1999, a OVHcloud compete com as gigantes americanas Amazon Web Services, Azure e Google Cloud e está em processo de IPO.



Destaques
Destaques

TIM elege a nuvem e mira não ter mais datacenter em 2023

Ao assumir estar no meio de uma jornada para ser uma operadora 100% baseada em dados, a CIO da TIM Brasil, Auana Mattar, conta como é trabalhar com três provedores: Google, Microsoft e Oracle. Ao participar do SAS Telco Summit 2021, a executiva observou: é importante estudar as aplicações e como elas se comunicam antes de migrá-las para computação em nuvem.

Inteligência Artificial: Com estratégia certa, impacto de quatro pontos no PIB do Brasil até 2030

A inteligência artificial exige que se forme e qualifique profissionais no país, advertem especialistas. Para eles, a IA evoluiu e já passou da etapa de experimentação pra uso industrial. Para Fábio Cozman, da USP, a IA leva o país para a Sociedade 5.0, quando máquinas e seres humanos vão interagir de forma harmoniosa.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como ter nuvem sem reescrever sistemas e adequada à LGPD

Por Marco Wenna*

Como auditar e reescrever linhas de código em tempo hábil para essas migrações para a nuvem a um custo factível para que todas as linhas de código estejam em conformidade com a Lei Geral de Proteção a Dado? Esse é um desafio presente.

Serviços SaaS, proteção de dados e a LGPD

Por Eder Miranda*

Ter um plano abrangente de proteção adicional de dados para as plataformas SaaS é vital para os negócios, uma vez que as empresas não podem abrir sem ter o controle sobre o que está sendo protegido e sobre a maneira como isso está sendo feito pelos fornecedores de software como serviço.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site