Clicky

Convergência Digital - Home

Mercado global de nuvem vai crescer 55% até 2022

Convergência Digital
Convergência Digital - 13/11/2019

O mercado global de serviços de computação em nuvem pública vai crescer 17% em 2020, para US$ 266,4 bilhões, segundo projeções da consultoria Gartner. É um crescimento sobre os 15,8% esperados para este 2019 e de acordo com as estimativas tende a bater em US$ 354,6 bilhões em 2022 – acumulando mais de 55% de alta até lá. 

“A adoção da nuvem é mainstream”, aponta a Gartner, o que sustenta projeções altas associadas aos investimentos e resultados nesse setor. “As soluções de nova geração são quase sempre ‘aprimoradas pela nuvem’, o que significa que são construídas sobre as capacidades de plataformas de nuvem entregarem capacidades digitais de negócios”, avalia. 

Software como serviço vai se manter como o maior segmento do mercado de nuvem, representando 43% do total ou US$ 116 bilhões do valor de mercado estimado para 2020. Em seguida, o segmento de infraestrutura como serviço vai movimentar US$ 50 bilhões. 

Isso significará um crescimento de 24% sobre os números de 2019 e segundo aponta a Gartner, pode ser atribuído às demandas de aplicações e workloads, que cada vez mais exigem capacidades que os datacenters tradicionais não conseguem acompanhar. 

A consultoria indica, ainda, que as várias formas de cloud computing estão entre as prioridades de investimentos para o próximo ano, segundo apontam CIOs globais. “À medida que as organizações aumentam a dependência de tecnologias de nuvem, as áreas de TI correm para adotar aplicações nativas em nuvem e realocar os ativos digitais existentes. Construir, implementar e amadurecer estratégias de nuvem continuará entre as principais prioridades nos próximos anos.”


Destaques
Destaques

TIM elege a nuvem e mira não ter mais datacenter em 2023

Ao assumir estar no meio de uma jornada para ser uma operadora 100% baseada em dados, a CIO da TIM Brasil, Auana Mattar, conta como é trabalhar com três provedores: Google, Microsoft e Oracle. Ao participar do SAS Telco Summit 2021, a executiva observou: é importante estudar as aplicações e como elas se comunicam antes de migrá-las para computação em nuvem.

Inteligência Artificial: Com estratégia certa, impacto de quatro pontos no PIB do Brasil até 2030

A inteligência artificial exige que se forme e qualifique profissionais no país, advertem especialistas. Para eles, a IA evoluiu e já passou da etapa de experimentação pra uso industrial. Para Fábio Cozman, da USP, a IA leva o país para a Sociedade 5.0, quando máquinas e seres humanos vão interagir de forma harmoniosa.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como ter nuvem sem reescrever sistemas e adequada à LGPD

Por Marco Wenna*

Como auditar e reescrever linhas de código em tempo hábil para essas migrações para a nuvem a um custo factível para que todas as linhas de código estejam em conformidade com a Lei Geral de Proteção a Dado? Esse é um desafio presente.

Serviços SaaS, proteção de dados e a LGPD

Por Eder Miranda*

Ter um plano abrangente de proteção adicional de dados para as plataformas SaaS é vital para os negócios, uma vez que as empresas não podem abrir sem ter o controle sobre o que está sendo protegido e sobre a maneira como isso está sendo feito pelos fornecedores de software como serviço.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site