Clicky

GESTÃO

Com ajuda da IA, Vivo quer recondicionar 1,5 milhão de modems e decodificadores até dezembro

Convergência Digital ... 07/06/2021 ... Convergência Digital

A Vivo lançou uma nova etapa do movimento Recicle com a Vivo, destinado à coleta, recondicionamento e reciclagem de modems e decodificadores dos serviços de banda larga e TV. A proposta é sensibilizar clientes que possuem estes equipamentos sem uso, para que realizem a devolução e garantam destinação adequada dos aparelhos. A expectativa é chegar ao fim de 2021 com mais de 1,5 milhão de equipamentos recondicionados, que retornarão ao mercado, cumprindo todos os padrões de segurança, em perfeitas condições de uso.

Para atingir seu objetivo, a Vivo irá utilizar sua inteligência artificial, a Aura, no processo de abordagem e sensibilização dos clientes, via aplicativo de mensagens, além de campanhas nos canais digitais da operadora, para mostrar como é feita a recuperação e reciclagem dos equipamentos. Quem possui aparelhos sem uso pode solicitar o recolhimento em casa, através do site da Vivo, ou mesmo leva-los até uma das 1,6 mil lojas da operadora em todo o país. A Vivo recolhe e recupera mais de 100 mil destes equipamentos por mês, que passam por atualização de software, reparos técnicos e estéticos. O que não pode ser recuperado, mais de 370 toneladas de materiais, é destinado à reciclagem por empresas especializadas, dentro do programa Recicle com a Vivo.

"Com a aceleração desta iniciativa, buscamos uma gestão cada vez mais eficiente dos recursos em nossa cadeia produtiva e mobilizamos nossos clientes na prática do consumo responsável", revela o Diretor de Logística da Vivo, Leandro Stumpf. Além de preservar o meio ambiente, a recuperação destes equipamentos também possibilita à Vivo uma economia anual relevante com a aquisição de novos aparelhos, além de reverter riscos de ruptura de estoque, dada a escassez global de componentes eletrônicos.

"O movimento pela economia circular ganha cada vez mais relevância à medida em que o consumo de eletrônicos aumenta e os recursos naturais tornam-se cada vez mais escassos. Por isso, a reciclagem é o caminho mais consciente e sustentável. Estamos juntos com nossos clientes nessa jornada" revela a executiva de Sustentabilidade da Vivo, Joanes Ribas.

A Vivo foi pioneira no setor a implantar, ainda em 2006, seu programa de logística reversa, o Recicle com a Vivo, e oferecer aos clientes e não clientes a coleta e destinação de equipamentos eletrônicos que estão sem uso, como celulares, carregadores, fones, cabos e baterias. Por meio da iniciativa, a empresa mantém pontos de coleta disponíveis em lojas e revendas em todo o País e dá aos consumidores a opção pelo consumo responsável.

Desde que foi implantado, o programa já recolheu mais de 5 milhões de itens, sendo mais de um milhão de celulares e garantiu a destinação adequada de 118,9 toneladas de resíduos, que voltam para a cadeia produtiva sob a forma de matéria prima para produção de equipamentos como novos cabos e baterias. Em 2020, as lixeiras do programa Recicle com a Vivo receberam o equivalente a 7,6 toneladas de itens eletrônicos, entre celulares, cabos e carregadores, um crescimento de 15% em relação ao ano anterior, fortalecendo as iniciativas da Vivo voltadas ao consumo responsável.

A empresa também recicla 96,5% dos resíduos eletroeletrônicos originados da sua operação. A reciclagem de materiais diversos da logística reversa de redes também segue acelerada e já supera 1,5 mil toneladas mensais, mais que o dobro do praticado em 2020.

Confira mais detalhes sobre a reciclagem nos links abaixo:

Recicle com a Vivo | Modens e Decoders https://brandfactory.telefonica.com/s/19886/7V2HyfFq
Recicle com a Vivo | Campanha em lojas https://www.youtube.com/watch?v=uvsf2WfKdYI



Carreira
Empresa de transformação digital abre 80 novas vagas com salários de R$ 1.688 até R$ 15 mil

Digisystem tem oportunidades para capital e interior de São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Cargos são especialmente para as áreas Tecnologia (Desenvolvimento, ERP, Infraestrutura e Suporte) e Recursos Humanos.

ERP: dados só servem se virarem informação para o negócio

Na jornada digital, o ERP dá ao cliente a resposta em tempo real

O uso do ERP foi crucial para dar transparência e agilidade aos sistemas para as cobranças efetivas dos clientes, afirma o CFO da Lipson Cosméticos, Marco Magalhães. Já Marcelo Cabral, da Agasus, diz que um portal de comércio eletrônico está sendo viabilizado para acelerar as vendas dos equipamentos seminovos.

Gastos com obrigações da LGPD geram créditos de PIS e COFINS

A decisão foi da da 4ª Vara Federal de Campo Grande (MS) e abre um precedente relevante nesse momento de adequação à legislação. Procuradoria Geral da Fazenda Nacional vai recorrer da decisão.

Internet representa metade do faturamento para os MEI

Segundo pesquisa do Sebrae e da FGV, um terço dos microeempreendores individuais usa canais online para mais de 50% das vendas. WhatsApp é o canal preferido de inserção no mundo virtual com 88% de adesão.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G