Clicky

GOVERNO

BNDES volta a financiar software e serviços de TI com BNDES 10

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 24/09/2018 ... Convergência Digital

Durante o Rio Info 2018, que acontece nesta segunda-feira, 24/09, no Rio de Janeiro, o diretor do departamento de TICs do BNDES, Ricardo Rivera, adiantou a recriação do programa ProSoft para o setor de TICs. Com nova roupagem e rebatizado de BNDES 10, a iniciativa está prevista para ser lançada até o final deste ano. O Prosoft, financiou a compra de software e serviços no Brasil e funcionou por 20 anos até ser suspenso em 2016 pela instituição.

Aos empresários de TICs, Rivera sinalizou que o BNDES 10 voltará a conceder crédito para as empresas com faturamento entre R$ 1 milhão e R$ 10 milhões. Promete ainda que a iniciativa será rápida. "Até então os projetos levavam até nove meses para a aprovação, uma vez que o modelo usado para conceder R$ 5 bilhões para uma grande empresa era adotado para as pequenas e médias empresas. Agora a ideia é fechar o ciclo em até três meses numa primeira etapa e até reduzir esse prazo com o uso de tecnologia", contou o executivo do BNDES. 

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, Ricardo Rivera diz que o BNDES decidiu retomar o financiamento porque os bancos tradicionais têm uma política não adequada para quem trabalha com a economia do conhecimento. "O BNDES 10 é para educação, para TICs, para saúde. São segmentos que têm grande dificuldade de obter crédito tradicional". Assistam a entrevista com o diretor de TICs do BNDES, Ricardo Rivera.


Dataprev fica com o Ministério da Economia, mas ainda é do INSS

Para o secretário-executivo do recriado ministério do Trabalho e Previdência, Bruno Bianco, manter estatal sob o comando do ministro Paulo Guedes não tem relação com a possível privatização: “Empresa é fundamental para outros serviços.”

Venda do Serpro traz insegurança jurídica e uso indevido de dados

Análise da Data Privacy Brasil aponta para necessidade de envolvimento da ANPD e ausência de exemplo internacional que justifique a privatização da empresa de TI do governo. 

Serviços digitais: RS lidera oferta. São Paulo e Rio decepcionam. DF não manda dados

Bahia, Paraná e Paraíba também se destacaram no Índice de Oferta de Serviços Públicos Digitais dos Governos Estaduais e Distrital, organizado pela ABEP-TIC.

Salvador é a sétima capital a aderir ao Gov.br

Plataforma dispõe de uma rede para impulsionar e integrar as iniciativas por um governo 100% digital. Distrito Federal, 12 estados e 42 municípios já aderiram.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G