Clicky

INOVAÇÃO

Petrobras aciona o novo maior supercomputador do Brasil

Convergência Digital* ... 16/06/2021 ... Convergência Digital

A Petrobras colocou em operação o mais novo supercomputador do Brasil - um gigante de 20 toneladas e 34m de comprimento. Batizado de Dragão, o supercomputador tem 200 terabytes de memória RAM, rede de 100 gigabits por segundo e capacidade de processamento equivalente a 4 milhões de celulares smartphones ou cem mil laptops modernos.

O Dragão supera os dois maiores supercomputadores da América Latina, o Atlas e o Fenix, que também pertencem à Petrobras. Com o novo equipamento, a companhia – que tem buscado incessantemente a aplicação de novas tecnologias nos seus negócios - vai aumentar ainda mais a performance do processamento de dados geofísicos, reduzindo riscos geológicos e operacionais, além de dar suporte a projetos estratégicos da companhia.

“O Dragão, o maior supercomputador da América Latina, reforça nossa estratégia de conferir mais economicidade, agilidade, segurança e resiliência às nossas operações, aumentando a capacidade de processamento de dados para dar suporte ao negócio e agregar valor à Petrobras. Em cerca de dois anos, foram colocados em operação nove supercomputadores e esperamos chegar ao final de 2021 com cerca de 40 petaflops de capacidade, sem contar o uso de nuvem”, afirma o diretor de Transformação Digital e Inovação, Nicolás Simone.

O supercomputador Dragão atuará no atendimento de necessidades de processamento de dados geofísicos da Petrobras, além de contribuir para os programas estratégicos como o EXP100, com uso de 100% dos dados técnicos disponíveis nos projetos exploratórios, e o PROD1000 tornar a Petrobras líder da indústria no prazo para início da produção de um campo. Serão utilizados algoritmos desenvolvidos pelos geofísicos e analistas de sistemas da companhia, possibilitando a geração de imagens da subsuperfície com maior resolução em áreas de interesse para exploração de petróleo e gás natural e otimização da produção, além de reduzir significativamente os tempos de processamento. O uso de novas plataformas tecnológicas, da digitalização e da robotização são grandes aliados para um ambiente de inovação focado em ganhos de eficiência.

 “A capacidade de computação no mundo dobra a cada dois anos e a estratégia de investir em aumentá-la, seja por meio dos supercomputadores ou nuvem, tem trazido inúmeros ganhos da companhia. Com a evolução da capacidade de processamento de dados geofísicos, reduzimos o risco nos projetos de E&P e podemos dimensionar melhor os projetos, o que traz grande economia, e até posicionar melhor os poços, aumentando o índice de sucesso exploratório. Isso é inteligência competitiva”, afirma o diretor de Exploração e Produção da Petrobras, Fernando Borges.

 O processo de montagem do supercomputador durou cerca de três meses, seguido por período de instalação de softwares e operação assistida. Foram necessários dez caminhões para transportar todas as partes do Dragão. Ele foi instalado em fileiras de oito a nove blocos que, juntos totalizam 34 metros de extensão.

* Com informações da Petrobras


Cloud Computing
TST vai pagar R$ 200 mil a Dataprev por dados do CPF e CNPJ em blockchain

Serviço foi contratado em junho do ano passado, mas só agora está sendo ofertado pela estatal de TI do governo. Outros órgãos do Estado querem ter acesso ao CPF e ao CNPJ por blockchain, entre eles, o Conselho da Justiça Federal.

Open Banking: Bancos pedem e Banco Central adia compartilhamento de dados

Este é o segundo adiamento na fase 2 do Open Banking a pedido das instituições financeiras, que alegam não terem terminado os testes para a obtenção de certificações e homolagação e registro das suas APIs. Novo prazo, agora, é 13 de agosto.

Substituto do supercomputador Tupã consome menos energia, mas tem capacidade restrita

Nova máquina contratada para substituir o supercomputador - que deverá entrar em atividade num prazo de até 90 dias-  não terá capacidade para fazer previsões climáticas de longo prazo por barreira técnica.

Finep vai acelerar 10 startups, com R$ 150 mil para cada projeto

Entre os diversos temas estratégicos desejados figuram 5G, cidades inteligentes, indústria 4.0 e internet das coisas. Programa se dará em três fases, cada uma de 40 dias.

Brasileiro é eleito para seleto clube de fellows em gerenciamento da informação

Walter Koch foi nomeado em abril pela Association for Intelligente Information Management (AIIM). Em entrevista ao Convergência Digital, Koch fala sobre Inteligência Artificial, ética e viés.

Open RAN precisa ser open source para garantir inovação

“A inovação, a agilidade, a metodologia do open source, tudo isso tem a ver com o Open RAN. Pode até tentar fazer proprietário, mas quebra o conceito”, afirma o global account manager da Red Hat, Ricardo Gulla.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G