Clicky

Home - Convergência Digital

Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

Convergência Digital* - 07/04/2021

A GSMA, organizadora do Mobile World Congress, que acontece este ano de 28 de junho a 01 de julho, em Barcelona, depois de a edição de 2020 ter sido cancelada por conta da pandemia de Covid-19, chegou a um acordo com as autoridades espanholas para isentar os participantes do MWC 2021 das restrições impostas às pessoas que chegam de fora da União Europeia.

O governo espanhol autorizou que expositores, participantes, patrocinadores e parceiros entrem no país para evento presencial, desde que eles não venham de países considerados de alto risco, que é o caso do Brasil, pelo menos no momento. Mas libera a possibilidade para países como China e Estados Unidos. Os participantes de fora da UE e do Espaço Schengen terão que se registrar online normalmente, com seus dados compartilhados com as autoridades.

"Esta decisão é um voto de confiança no planejamento cuidadoso realizado até o momento e em nossa forte parceria com as partes da cidade anfitriã", diz o CEO da GSMA, John Hoffman. O plano de segurança feito pelos organizadores com as autoridades de saúde catalãs, batizado de plano da Comunidade Comprometida, diz que os participantes terão de passar por testes frequentes com os recursos fornecidos no local e usar o aplicativo MyMWC, que possui uma gama de recursos para os esforços de saúde e segurança.

Outras mudanças no formato regular do evento - o maior do mundo para o setor de Telecomunicações -  incluem: ambientes sem toque; monitoramento de ocupação; fluxos de tráfego de mão única; atualizações na infraestrutura das instalações; e aumento do número de equipes médicas. O MWC 2021 será híbrido - com painéis presenciais e por vídeo. Grandes fornecedores como Ericsson e Nokia já anunciaram que não vão participar da versão presencial do evento.







Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

26/07/2021
FCC, enfim, entrega licenças 5G na faixa de 3,7 GHz

23/07/2021
Economia: Leilão do 5G será o 'gol de placa' das privatizações

23/07/2021
Porto de Santos vai receber 5G em piloto do governo

22/07/2021
Teles da Espanha pagam R$ 6,7 bilhões por 5G em 700 MHz

21/07/2021
AT&T: Primeira cidade inteligente em 5G será na capital dos EUA

20/07/2021
OpenRAN: o novo capítulo da guerra fria da globalização e do poder no 5G

19/07/2021
Anatel certifica tecnologia nacional para bloquear sinal 5G nos presídios

16/07/2021
China dá troco na Suécia e Ericsson perde receita com 5G

16/07/2021
Telefônica deixa Huawei fora da rede 5G Standalone na Espanha

15/07/2021
Economia: Leilão do 5G usa recursos de telecom para telecom e não dribla teto

Destaques
Destaques

5G vai gerar até US$ 5 trilhões ao PIB mundial

Em 2020, em plena pandemia, as tecnologias e serviços móveis contribuíram com US$ 4,4 trilhões do PIB global, um incremento de pouco mais de 7% em relação a 2019, revela a GSMA. Ano passado, o mundo contabilizou 5,2 bilhões de assinantes móveis, ou 67% da população mundial.

Open RAN é para 5G senão vai ter muita confusão entre fornecedores

Há uma determinação que Open RAN é release 16, então o Open RAN não será para o 4G, sustenta o head de tecnologia da Nokia para América Latina, Wilson Cardoso. "Um bite errado, simplesmente não vai funcionar", adverte.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência do 5G: Mais que eficiência, uma necessidade

Por Vinicius Marchese*

Imagine uma construção com guindastes de torres inteligentes, controle multidimensional, drones monitorando o projeto em tempo real e que, inclusive, permitem que a equipe de engenheiros faça intervenções no projeto em tempo real para evitar possíveis erros. Esta descrição pode não estar só na sua imaginação. Ela já é uma realidade no mundo graças ao 5G.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site