Clicky

Home - Convergência Digital

EUA define em 90 dias se proíbe de vez uso de câmeras de vigilância chinesas

Convergência Digital - 17/06/2021

A agência reguladora dos Estados Unidos, a FCC, iniciou um processo para revogar as autorizações existentes para o uso de equipamentos por cinco empresas chinesas para a área de monitoramento e vigilância.

A medida envolve equipamentos e câmeras de vigilância da Huawei, ZTE, Hytera, Dahua e Hangzhou Hikvision. A FCC abriu uma consulta pública e deverá dar uma posição final em um prazo de 90 dias.

Se aprovado, o movimento aumentaria os bloqueios anteriores sobre o uso do Fundo de Serviço Universal do governo norte-americano para comprar equipamentos da Huawei e ZTE, uma decisão que afeta as operadoras rurais dos EUA que dependem do programa de subsídios, muitos dos quais têm produtos dos fornecedores em suas redes.

As operadoras rurais, as mais afetadas se a medida for aprovada, já pediram mais tempo para cumprir a ordem de substituição do equipamento devido ao impacto da escassez global de chips.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/06/2021
EUA define em 90 dias se proíbe de vez uso de câmeras de vigilância chinesas

18/03/2021
FCC vai proibir mais três teles chinesas de operarem nos EUA

18/02/2019
Agência de espionagem do Reino Unido diz que contorna riscos de backdoor da Huawei

20/08/2018
Governo dos EUA quer usar Facebook para ‘grampear’ suspeitos

29/01/2018
EUA quer ter controle da rede 5G para evitar espionagem chinesa

10/04/2017
Symantec identifica ciberataques em 16 países com malware da CIA

20/03/2017
Cisco identifica 318 switches vulneráveis à espionagem da CIA

10/03/2017
Para ex-chefe da CIA, novas denúncias azedam relação com setor de TI

09/03/2017
Arsenal de malware da CIA reforça defesa de tratado global

08/03/2017
Gigantes da tecnologia correm atrás das brechas em dispositivos criadas pela CIA

Destaques
Destaques

5G vai gerar até US$ 5 trilhões ao PIB mundial

Em 2020, em plena pandemia, as tecnologias e serviços móveis contribuíram com US$ 4,4 trilhões do PIB global, um incremento de pouco mais de 7% em relação a 2019, revela a GSMA.

Open RAN é para 5G senão vai ter muita confusão entre fornecedores

Há uma determinação que Open RAN é release 16, então o Open RAN não será para o 4G, sustenta o head de tecnologia da Nokia para América Latina, Wilson Cardoso. "Um bite errado, simplesmente não vai funcionar", adverte.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A estrada de tijolos amarelos do 5G

Por Paulo Souza*

Com o 5G surgem novas dinâmicas de mercado e novos modelos de negócio habilitados pela tecnologia. E este momento é crucial para se preparar para o que vem pela frente.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site