14/05/2021 às 10:20
Internet Móvel 3G / 4G


Escassez de chips para celular ainda dura mais dois anos
Convergência Digital*

O presidente da IBM, Jim Whitehurst, indicou que uma atual escassez de chips que afeta a produção de smartphones pode durar mais dois anos, com a empresa preparando medidas alternativas para atender à demanda.

Whitehurst disse à BBC que levará tempo para a indústria adicionar a capacidade necessária para aliviar a atual escassez, observando que o impacto abrangeu o setor mais amplo de eletrônicos de consumo, além de smartphones.

O executivo explicou que um aumento na demanda por eletrônicos de consumo estimulado pela pandemia de Covid-19 (coronavírus) teve um papel importante, com os problemas da Huawei nos EUA também tendo um impacto notável no fornecimento.

Whitehurst disse à BBC que há uma “grande defasagem” entre o desenvolvimento de uma tecnologia e a fabricação de chips. Para aliviar isso, a IBM está procurando reutilizar e estender a vida útil de algumas tecnologias, juntamente com a aceleração do investimento em fábricas para aumentar a capacidade.

Outras empresas de chips, incluindo Qualcomm e TSMC, também notaram o impacto da escassez, embora a empresa norte-americana espere uma melhora significativa até o final do ano, com os negócios taiwaneses inclinando a situação para persistir em 2022.

* Com informações do MWL


Powered by Publique!