27/04/2021 às 10:43
Internet Móvel 3G / 4G


Estressadas com a falta de equipamentos, teles correm com estratégia 5G
Ana Paula Lobo*

Há falta de componentes no mundo por conta da pandemia de covid-19 e as operadoras estão revendo suas estratégias para manter a oferta comercial do 5G dentro do cronograma estabelecido. As teles com mais recursos, como a AT&T, admitem que estão fazendo estoque e antecipando as aquisições.

"As cadeias de abastecimento estão estressadas e faltam, sim, produtos. Está todo mundo correndo para fazer seus lançamentos", observou o CEO da AT&T, John Stankey, durante a teleconferência de resultados do primeiro trimestre de 2021.

Para Simon Leopold, analista do banco de investimento Raymond James, grandes fabricantes como Ericsson, Nokia, Samsung, CommScope, Ciena, entre outros, podem se beneficiar dessa antecipação de compras para fazer caixa e ganhar robustez financeira em um momento delicado da economia global. A disputa pelos equipamentos é acirrada, especialmente, nos Estados Unidos, onde o 5G é considerado estratégico para a recuperação econômica e política do país.

A Dish Network, que terá a missão de oferecer 5G para 70% da população norte-americana, confirmou que a rede 5G está atrasada por conta da não entrega de equipamentos de rádio pela Fujitsu, por falta de componentes disponíveis para a montagem dos rádios. Já a Verizon admitiu que antecipou a compra da metade dos equipamentos necessários para ter o 5G na banda C.

*Fonte: Mobile World Live


Powered by Publique!