Clicky

Home - Convergência Digital

GSMA faz ofensiva para reverter decisões a favor do Wi-Fi na faixa de 6GHz

Convergência Digital - 18/05/2021

A Associação da indústria GSMA decidiu fazer uma ofensiva para reverter as decisões favoráveis à destinação da faixa de 6GHz- com 1200 MHz - integralmente para serviços não-licenciados, como o Wi-Fi, e sem destinação ao 5G, postura já ratificada, por exemplo, aqui no Brasil e em vários países da América Latina. A GSMA admite ainda que a China está planejando usar o 6GHz para serviços licenciados e a Europa, pensa em compartilhar a faixa entre serviços não licenciados e o 5G, sem definição ainda de quantidade de espectro.

A entidade justifica a ofensiva a partir de argumentos econômicos em meio à recuperação dos países por conta da pandemia de Covid-19.  O diretor de regulamentação da GSMA, John Giusti, afirma que o 5G tem potencial de impulsionar o PIB mundial em US$ 2,2 trilhões, mas precisará de espectro. "Há uma clara ameaça a esse crescimento se o espectro de 6GHz não for liberado para o 5G", determinou o executivo.

Segundo ainda a GSMA, estimativas da Coleago Consulting dão conta que as redes 5G vão precisar de 2GHZ de espectro de banda média na próxima década para oferecer todo o seu potencial para iniciativas como cidades inteligentes e indústria 4.0.

A entidade, ligada às operadoras de telecomunicações, afirma ainda que as autoridades regulatórias precisam proteger os serviços de backhaul e, dependendo dos países, abrir parte de 5925Mhz a 6424 Mhz, com isenção de licença e regras neutras de tecnologia.




Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

26/07/2021
FCC, enfim, entrega licenças 5G na faixa de 3,7 GHz

23/07/2021
Economia: Leilão do 5G será o 'gol de placa' das privatizações

23/07/2021
Porto de Santos vai receber 5G em piloto do governo

22/07/2021
Teles da Espanha pagam R$ 6,7 bilhões por 5G em 700 MHz

21/07/2021
AT&T: Primeira cidade inteligente em 5G será na capital dos EUA

20/07/2021
OpenRAN: o novo capítulo da guerra fria da globalização e do poder no 5G

19/07/2021
Anatel certifica tecnologia nacional para bloquear sinal 5G nos presídios

16/07/2021
China dá troco na Suécia e Ericsson perde receita com 5G

16/07/2021
Telefônica deixa Huawei fora da rede 5G Standalone na Espanha

15/07/2021
Economia: Leilão do 5G usa recursos de telecom para telecom e não dribla teto

Destaques
Destaques

5G vai gerar até US$ 5 trilhões ao PIB mundial

Em 2020, em plena pandemia, as tecnologias e serviços móveis contribuíram com US$ 4,4 trilhões do PIB global, um incremento de pouco mais de 7% em relação a 2019, revela a GSMA. Ano passado, o mundo contabilizou 5,2 bilhões de assinantes móveis, ou 67% da população mundial.

Open RAN é para 5G senão vai ter muita confusão entre fornecedores

Há uma determinação que Open RAN é release 16, então o Open RAN não será para o 4G, sustenta o head de tecnologia da Nokia para América Latina, Wilson Cardoso. "Um bite errado, simplesmente não vai funcionar", adverte.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência do 5G: Mais que eficiência, uma necessidade

Por Vinicius Marchese*

Imagine uma construção com guindastes de torres inteligentes, controle multidimensional, drones monitorando o projeto em tempo real e que, inclusive, permitem que a equipe de engenheiros faça intervenções no projeto em tempo real para evitar possíveis erros. Esta descrição pode não estar só na sua imaginação. Ela já é uma realidade no mundo graças ao 5G.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site