Clicky

Home - Convergência Digital

Golpe de entregadores em apps de comida chega a R$ 500 mil

Convergência Digital - 24/06/2021

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) observou um aumento de 186% nas reclamações sobre golpes aplicados por entregadores de aplicativos de comida nesses seis primeiros meses do ano. De acordo com as reclamações, os consumidores são cobrados em valores indevidos pelo entregador do aplicativo (app), só percebem o golpe após os valores serem debitados e, apesar de reclamarem com a empresa responsável, não conseguem recuperar os valores.

Alguns consumidores afirmaram que receberam uma máquina para fazer o pagamento cujo visor estava quebrado; outros que foram informados pelo entregador de que deveriam pagar um valor a mais ("valor da entrega", "taxa de serviço"); casos em que receberam uma ligação do restaurante informando sobre a cobrança de uma "taxa de entrega" e pedindo os dados do cartão; e casos em que o entregador liga dizendo ter sofrido um acidente.

Segundo dados, o aplicativo iFood teve 44 reclamações em 2020 e 80 em 2021, um aumento de 81%; contra o Rappi foram 29 casos ano passado e 105 nesse ano, 262% de aumento; e contra o Uber Eats foram 14 contra 64, 357%. Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP, afirma que "com a pandemia esses golpes aumentaram muito".

"Quem for vítima e for cobrado em valor incorreto deve acionar o Procon-SP. Nós iremos apurar a responsabilidade da empresa e acionar a polícia. As empresas de delivery devem responder pelos problemas e ressarcir o consumidor", explica. A soma dos valores reclamados pelos consumidores no Procon até junho deste ano já é de quase R$ 500 mil.

Para evitar esse tipo de golpe, o consumidor deve ficar atento ao receber as entregas dos aplicativos de comida. "O consumidor deve procurar fazer o pagamento no momento do pedido, de forma online, evitando pagar na hora da entrega, que é o momento em que o golpe é aplicado. E lembrar que não existe taxa de entrega ou outra taxa extra. Qualquer ocorrência diferente deve ser comunicada à empresa", avisa o diretor.

Também é indicado:
a) Não utilizar máquina com o visor quebrado ou que não permita a leitura dos dados;
b) Conferir o valor da compra e, de preferência, pagar somente no aplicativo;
c) Não passar os seus dados por telefone;
d) Desconfiar caso o entregador informe que é necessário pagar algum valor extra;
e) Caso tenha alguma dúvida, deve entrar em contato com o local onde pediu a comida.

Em caso de problema o consumidor pode registrar reclamação no Procon-SP no site www.procon.sp.gov.br ou aplicativo.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/07/2021
Por cliente B2B, Zoom vai às compras de contact center em nuvem

07/07/2021
Riocard lança app Android e permite pagamento via Pix

24/06/2021
Golpe de entregadores em apps de comida chega a R$ 500 mil

22/06/2021
Magalu faz quarta aquisição para delivery de alimentos

31/05/2021
TST suspende perícia em algoritmo da Uber

12/05/2021
Hub digital, Vivo lança oferta especial do Spotify Premium

12/05/2021
Itaú leva informe de rendimentos para o aplicativo

10/05/2021
Brasileiros são os que mais aceitam rastreamento na atualização do iPhone

07/05/2021
Caixa vai sortear R$ 250 mil para quem usar aplicativo móvel em compras online

05/05/2021
Justiça do Trabalho mantém ordem de perícia em algoritmo do Uber

Destaques
Destaques

5G vai gerar até US$ 5 trilhões ao PIB mundial

Em 2020, em plena pandemia, as tecnologias e serviços móveis contribuíram com US$ 4,4 trilhões do PIB global, um incremento de pouco mais de 7% em relação a 2019, revela a GSMA. Ano passado, o mundo contabilizou 5,2 bilhões de assinantes móveis, ou 67% da população mundial.

Open RAN é para 5G senão vai ter muita confusão entre fornecedores

Há uma determinação que Open RAN é release 16, então o Open RAN não será para o 4G, sustenta o head de tecnologia da Nokia para América Latina, Wilson Cardoso. "Um bite errado, simplesmente não vai funcionar", adverte.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência do 5G: Mais que eficiência, uma necessidade

Por Vinicius Marchese*

Imagine uma construção com guindastes de torres inteligentes, controle multidimensional, drones monitorando o projeto em tempo real e que, inclusive, permitem que a equipe de engenheiros faça intervenções no projeto em tempo real para evitar possíveis erros. Esta descrição pode não estar só na sua imaginação. Ela já é uma realidade no mundo graças ao 5G.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site