14/09/2020 às 10:20
Internet Móvel 3G / 4G


Nvidia compra Arm por R$ 212 bilhões e mira celulares, IoT e nuvem
Convergência Digital*

A Nvidia fechou um acordo para comprar a fabricante de chips Arm, do SoftBank Group, por US$ 40 bilhões, equivalente a R$ 212 bilhões, em movimento que mira levar a campeã dos PCs para o mercado de dispositivos móveis, IoT e nuvem. O negócio não inclui a unidade de serviços IoT da Arm e exigirá aprovações regulatórias do Reino Unido, União Europeia, EUA e China, que a Nvidia espera levar cerca de 18 meses.  

“A combinação vai turbinar a capacidade de P&D da Arm e expandir seu portfólio de IP com a tecnologia de GPU e AI da Nvidia”, afirmou o fundador e CEO da Nvidia, Jensen Huang. Segundo ele, a união dos recursos de computação de IA com o vasto ecossistema da Arm vai “avançar a computação da nuvem, smartphones, PCs, carros autônomos e robótica, para superar a IoT e expandir a computação de IA para todos os cantos do globo”. 

A Nvidia informou que a Arm continuará independente e com o modelo de licenciamento aberto da empresa de design de chips que é sediada no Reino Unido, enquanto vai ampliar o portfólio com tecnologia própria da nova dona. 

A Nvidia também planeja expandir a presença de P&D da Arm no Reino Unido, estabelecendo um centro de pesquisa e educação de IA e construindo um supercomputador relacionado com base na tecnologia da dupla.  A Nvidia planeja cobrir US$ 21,5 bilhões em ações ordinárias com US$ 12 bilhões em dinheiro. Além disso, o SoftBank pode receber até US$ 5 bilhões em dinheiro ou ações ordinárias sob uma cláusula de ganho, sujeito ao cumprimento de metas financeiras específicas da Arm. A Nvidia também emitirá US $ 1,5 bilhão em ações para os funcionários da Arm. A SoftBank deverá manter uma participação inferior a 10% na Arm. 

A Arm conta com Apple, Qualcomm, Samsung e Intel entre seus clientes, e suas CPUs estão presentes na maioria dos smartphones em produção. A Nvidia foi rápida em expressar interesse em adquirir a Arm depois que a SoftBank declarou que estava considerando venda parte, ou toda, participação. Em agosto, a Arm voltou atrás no plano de transferir suas operações de IoT para a SoftBank, optando por separar a operação e a contabilidade de seu principal negócio de semicondutores.  A SoftBank adquiriu a empresa de design de chips em setembro de 2016 por US $ 32 bilhões.

* Cominformações do MWL


Powered by Publique!