Clicky

Home - Convergência Digital

TBNet alcança a marca de 2 mil pontos ativos de conectividade 4G

Convergência Digital - 22/06/2021

A TBNet, operadora de telecom da TecBan, atingiu a marca de 2 mil soluções LinkBooster TBNet para clientes externos. No período de janeiro a maio, foram quase 400 novas instalações. "O link de telecom é um insumo básico para qualquer segmento, porém, com a pandemia, ficou ainda mais evidente a necessidade de conectividade com alta disponibilidade e resiliência para a manutenção e evolução dos negócios", diz Alexandre Coelho, Gerente Executivo da TBNet.

"A TBNet é uma fornecedora de serviços de telecom com um time to market eficiente, além de oferecer a garantia do bom funcionamento das conexões, capaz de promover uma experiência única e eficiente para seus clientes e parceiros. No contexto atual, os nossos diferenciais se tornaram itens essenciais para conquistarmos ainda mais espaço o mercado", afirma.

O LinkBooster TBNet é uma solução de conectividade que utiliza duas operadoras móveis 4G redundantes na última milha, com altos índices de disponibilidade que garantem a melhor conexão entre pontos comerciais, filiais com escritórios centrais, Data Centers nos ambientes dos clientes ou serviços em nuvem. O segredo do modelo é a agilidade.

Enquanto uma operadora de telecom tradicional leva até 60 dias para entregar um novo circuito de conectividade, o LinkBooster TBNet pode ser instalado de um dia para o outro, sem a necessidade de passagem de cabos ou serviços de alvenaria no cliente, tornando-se uma solução sustentável para o meio ambiente. Além da velocidade de implementação, a solução oferecida pela TBNet é sempre ativada com os chips das duas melhores operadoras móveis da localidade, em formato totalmente agnóstico, através de uma ferramenta de benchmark desenvolvida em conjunto com uma startup parceira da TBNet. Em uma única visita é realizada a vistoria técnica, a seleção das duas melhores operadoras e a ativação do ponto.

Coelho explica que muitos clientes ainda possuem link físico sem redundância ou, em alguns casos, usam um modem 4G como backup, com o chip de uma operadora específica. No momento de um incidente com interrupção do link, ele vai precisar de um backup efetivo, correndo o risco de a operadora do chip não ter cobertura de sinal apropriado na localidade afetada, gerando um prejuízo com impacto financeiro e ao negócio do cliente.

"O LinkBooster TBNet é de dupla abordagem nativa, com tempo baixíssimo de comutação automática entre os chips, monitoramento 24x7 proativo da qualidade e acompanhamento do consumo de franquias. Além disso, em todos os contratos com clientes temos uma cláusula de atendimento emergencial para casos nos quais o link de outra operadora se rompa ou aconteça atraso na entrega para ativação de novos pontos", conclui. Além dos 2 mil pontos com clientes externos, outros 11 mil da TecBan são atendidos pela TBNet com o LinkBooster TBNet. Ao todo, são mais de 13 mil pontos de conexão espalhados pelo Brasil.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/06/2021
TBNet alcança a marca de 2 mil pontos ativos de conectividade 4G

08/06/2021
3G tem data marcada para morrer na Alemanha

01/06/2021
O 5G ainda está à espera do leilão, mas Inatel e RNP lideram projeto Brasil 6G

01/06/2021
Claro tem maior velocidade, Vivo a maior cobertura e TIM, o 4G mais constante

28/05/2021
TIM expande parceria e abastece quase mil antenas e torres com energia solar

20/05/2021
Telesat e TIM testam uso de satélite LEO para backhaul e 5G

29/04/2021
TIM leva 4G para mais 98 municípios no Rio Grande do Sul

16/04/2021
TIM amplia cobertura 4G em shoppings de São Paulo

06/04/2021
TIM amplia presença no agronegócio com contrato de 4G em 700 MHz com a Adecoagro

05/04/2021
TIM é a operadora do Jeep conectado

Destaques
Destaques

5G vai gerar até US$ 5 trilhões ao PIB mundial

Em 2020, em plena pandemia, as tecnologias e serviços móveis contribuíram com US$ 4,4 trilhões do PIB global, um incremento de pouco mais de 7% em relação a 2019, revela a GSMA.

Open RAN é para 5G senão vai ter muita confusão entre fornecedores

Há uma determinação que Open RAN é release 16, então o Open RAN não será para o 4G, sustenta o head de tecnologia da Nokia para América Latina, Wilson Cardoso. "Um bite errado, simplesmente não vai funcionar", adverte.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A estrada de tijolos amarelos do 5G

Por Paulo Souza*

Com o 5G surgem novas dinâmicas de mercado e novos modelos de negócio habilitados pela tecnologia. E este momento é crucial para se preparar para o que vem pela frente.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site