Clicky

Home - Convergência Digital

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Ana Paula Lobo* - 30/06/2020

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G, advertiu o responsável pela Omdia na América Latina, Ary Lopes, ao participar do Futurecom Summit Digital, nesta terça-feira, 30/06. O especialista antecipou alguns tópicos de pesquisa feita pela  Omdia, ex-OVUM, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai render R$ 5,5 trilhões para o Brasil, com o governo adicionando quase R$ 1  em receitas com serviços 5G.

"TICs serão os mais beneficiados como usuários e implementadores com R$ 1,2 bilhão, mas são todas as verticais terão benefícios", pontuou. Para Lopes, 5G vai combater a recessão econômica determinada pela Covid-19 no Brasil e na América Latina e precisa ser implantado de forma urgente. "O estudo nos mostra que o 5G vai adicionar 1 ponto no Produto Interno Bruto do Brasil com o aproveitamento pleno da tecnologia. Isso é um efeito impressionante, se pensamos no impacto negativo da Covid-19 na economia ", reforça. A pesquisa completa será lançada nas próximas semanas.

Lopes observou que 240 milhões de latino-americanos vivem em regiões sem oferta de banda larga e que 100 milhões vivem em área de cobertura, mas não contratam o serviço por falta de recursos financeiros. A região também contabiliza 60% dos domicílios sem banda larga fixa. "No Brasil, são 39% dos lares sem banda larga acima de 30 Mbits. As operadoras terão oportunidades efetivas de incrementar a base de serviços com o 5G, na oferta de banda larga fixa", reforçou o responsável pela Omdia na América Latina.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

23/07/2021
Economia: Leilão do 5G será o 'gol de placa' das privatizações

23/07/2021
Porto de Santos vai receber 5G em piloto do governo

22/07/2021
Teles da Espanha pagam R$ 6,7 bilhões por 5G em 700 MHz

21/07/2021
AT&T: Primeira cidade inteligente em 5G será na capital dos EUA

20/07/2021
OpenRAN: o novo capítulo da guerra fria da globalização e do poder no 5G

19/07/2021
Anatel certifica tecnologia nacional para bloquear sinal 5G nos presídios

16/07/2021
China dá troco na Suécia e Ericsson perde receita com 5G

16/07/2021
Telefônica deixa Huawei fora da rede 5G Standalone na Espanha

15/07/2021
Economia: Leilão do 5G usa recursos de telecom para telecom e não dribla teto

15/07/2021
Ericsson, Telia e Qualcomm unem forças por 5G Standalone

Destaques
Destaques

5G vai gerar até US$ 5 trilhões ao PIB mundial

Em 2020, em plena pandemia, as tecnologias e serviços móveis contribuíram com US$ 4,4 trilhões do PIB global, um incremento de pouco mais de 7% em relação a 2019, revela a GSMA. Ano passado, o mundo contabilizou 5,2 bilhões de assinantes móveis, ou 67% da população mundial.

Open RAN é para 5G senão vai ter muita confusão entre fornecedores

Há uma determinação que Open RAN é release 16, então o Open RAN não será para o 4G, sustenta o head de tecnologia da Nokia para América Latina, Wilson Cardoso. "Um bite errado, simplesmente não vai funcionar", adverte.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência do 5G: Mais que eficiência, uma necessidade

Por Vinicius Marchese*

Imagine uma construção com guindastes de torres inteligentes, controle multidimensional, drones monitorando o projeto em tempo real e que, inclusive, permitem que a equipe de engenheiros faça intervenções no projeto em tempo real para evitar possíveis erros. Esta descrição pode não estar só na sua imaginação. Ela já é uma realidade no mundo graças ao 5G.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site