Clicky

INTERNET

Google removeu 709 mil apps da loja online em 2020

Convergência Digital ... 23/04/2021 ... Convergência Digital

A Google informou que removeu 709 mil aplicativos por violação de políticas da Google Play em 2020. Segundo a empresa, cerca de 119 mil contas de desenvolvedores mal-intencionados ou que praticavam spam foram excluídas no mesmo período. 

Segundo comunicado desta sexta, 23/4, mais de 962 mil aplicativos em desacordo com as regras da loja online foram identificados por modelos de aprendizado de máquina e, por isso, foram impedidos de serem incluídos na loja de apps da Google. 

“A Google Play Protect escaneou mais de 100 bilhões de aplicativos em busca de malwares, para aumentar a segurança das pessoas que frequentam a loja on-line em busca de ferramentas úteis e confiáveis para diversas finalidades, seja sobre informações a respeito da vacina de Covid-19 ou novas formas de entretenimento, delivery, comunicação e mais”, informou a empresa. 

No caso da Covid-19, novas políticas passaram a exigir que aplicativos relacionados a usos sensíveis, como apps com informações sobre testes, devem ser desenvolvidos por órgãos oficiais do governo ou por organizações do setor de saúde e devem atender aos mais altos padrões de privacidade sobre dados de usuários.

“No ano passado, continuamos a reduzir o acesso de desenvolvedores a permissões sensíveis. Em fevereiro, anunciamos uma nova política de localização em segundo plano para garantir que os aplicativos que solicitam essa permissão precisem dos dados para fornecer um benefício claro ao usuário. Como resultado da nova política, os desenvolvedores agora precisam demonstrar esse benefício e informar os usuários sobre ele de modo claro, caso contrário os apps podem ser removidos da Google Play.”


Revista Abranet 35 . ago/set/out 2021
Veja a Revista Abranet nº 35
Sua empresa está engajada em ESG?, muito além da última milha, telemedicina avança na pandemia, como atuar nas escolas públicas, moedas digitais, pesquisa TICs Provedores... Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

Entidade OTT se mobiliza para mudar Marco Civil para combater pirataria

A Associação de Brasileira de OTT - Abott's - lançou um manifesto onde revela preocupação com o momento do setor e pede ações para ampliar mercado e assegurar a legalidade do modelo.

Brisanet levanta R$ 1,3 bilhão com IPO na B3

Recursos serão usados para a expansão da rede própria e para impulsionar os negócios da Agility Telecom, fornecedora de serviços de internet no modelo de franquias.

Brasil TecPar quer ser um ISP nacional e avança no Rio de Janeiro

Empresa, dona da Ávato Tecnologia e Amigo Internet, comprou a Intnet, com atuação na região dos Lagos. Meta  é chegar a 1 milhão de serviços prestados para clientes residenciais e empresariais em 2023. O valor da transação não foi revelado.

Para a Justiça, vender e não entregar produto na Internet não configura dano moral

A 1° Turma da 1ª Câmara Regional de Caruaru, na Paraíba, indeferiu o pedido de um cliente que comprou um celular pela internet mas nunca recebeu o pedido.  O autor comprou um celular, que nunca chegou, e solicitou indenização.

Anatel adia para 31 de agosto prazo para envio de dados dos ISPs

Agência reguladora atendeu a um pedido da Abranet, preocupada com a demanda junto às pequenas prestadoras de serviços de telecomunicações e com as possíveis sanções pelo não atendimento a demanda.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G