Clicky

Qualcomm é primeira vítima da guerra entre os EUA e a China

Convergência Digital* ... 26/07/2018 ... Convergência Digital

Fracassou a compra da NXP Semicondutores pela Qualcomm, fazendo da desenvolvedora de chips americana a primeira vítima da guerra comercial que o governo de Donald Trump abriu contra a China. Sem sinalização positiva das autoridades antitrustes chinesas dentro do prazo estipulado, o negócio de US$ 47 bilhões anunciado ainda em 2016.

A NXP é a principal fornecedora de chips automotivos do mundo. A empresa é holandesa, mas tem dois terços de suas receitas na China, o que implicou em uma autorização do Ministério do Comércio daquele país para que as tratativas fossem adiante. A oferta, inicialmente de US$ 38 bilhões, cresceu para US$ 47 bi depois de a NXP reclamar que o valor era muito baixo.

Como o ok do governo chinês não veio, a Qualcomm confirmou que vai pagar os US$ 2 bi de ‘multa’ à NXP pela não concretização do negócio. “Obviamente fomos atingidos por algo que está acima de nós”, afirmou o  presidente da empresa americana Steve Mollenkopf. A NXP anunciou a recompra de US$ 5 bilhões em açõe para compensar os investidores.

* Com informações da Reuters


Indústria eletrônica cresce 15,7% no primeiro semestre

Para Abinee, resultado contou com a base fraca de comparação, diante do impacto da Covid-19 na atividade em 2020. 

Novo trojan vazou senhas de 40 mil brasileiros

Batizado de Redline Trojan Stealer, programa está sendo comercializado em fóruns de pirataria por até 200 dólares. O malware se infiltra por três formas:  campanhas de phishing, a partir de e-mails falsos, links para download de softwares pirateados e por aplicativos móveis não oficiais.

Open Banking: Brasileiro se preocupa com crime financeiro e dados anônimos

Pesquisa da TecBan, feita pela Ipsos, com brasileiros bancarizados mostra que a principal demanda esperada pelos correntistas é a garantia de um atendimento em caso de fraude. Também aumentou a preocupação em saber se os dados compartilhados serão mesmo protegidos como a LGPD impõe.

Bancos oficializam cobrança por PIX para o mercado corporativo

Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander fecharam uma tarifa variando entre R$ 9 e R$ 10. Já Caixa, Nubank e Inter seguem não cobrando pelo serviço. 



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G