Clicky

Sem celulares, LG leva produção de PCs para Manaus e abandona São Paulo

Convergência Digital* ... 08/04/2021 ... Convergência Digital

A LG avisou os empregados que vai transferir a produção de notebooks e monitores da fábrica de Taubaté (SP) para Manaus (AM). A informação é do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau), que vem se reunindo com a direção da empresa no Brasil em busca de acordo sobre os empregos. 

Segundo o presidente do Sindmetau, Claudio Batista, os representantes da empresa disseram que a linha de notebooks e monitores terá incentivos fiscais na capital do Amazonas, o que não ocorre no estado de São Paulo. “A LG posicionou que é única e exclusivamente por conta dessa questão do ICMS. Por conta de não ter incentivos no estado de São Paulo, e em Manaus ter os incentivos”, afirmou Batista.

A empresa já havia anunciado o encerramento global da produção de celulares, linha também fabricada na unidade de Taubaté, seguindo decisão global da empresa sul coreana de não mais atuar no mercado de smartphones, anunciada na segunda, 5/4. 

Segundo o Sindmetau, a decisão da LG ameaça os empregos de cerca de 700 trabalhadores na planta, sendo 400 do setor de celulares e 300 da linha de monitores e notebooks. No total, a LG conta com aproximadamente 1 mil funcionários em Taubaté. A empresa sinalizou que o único setor mantido na cidade paulista será o call center, que conta com 300 trabalhadores. 

Segundo o sindicato, a LG avalia a possibilidade de realocação de trabalhadores de Taubaté para Manaus, mas não indicou quantos. A empresa citou ainda estudos para reativação da produção da linha branca na fábrica de Taubaté. Entretanto, essa operação depende da obtenção de incentivos fiscais e é avaliada para um cenário pós-pandemia.

* Com informações do Sindmetau


Open Banking: Brasileiro se preocupa com crime financeiro e dados anônimos

Pesquisa da TecBan, feita pela Ipsos, com brasileiros bancarizados mostra que a principal demanda esperada pelos correntistas é a garantia de um atendimento em caso de fraude. Também aumentou a preocupação em saber se os dados compartilhados serão mesmo protegidos como a LGPD impõe.

Bancos oficializam cobrança por PIX para o mercado corporativo

Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander fecharam uma tarifa variando entre R$ 9 e R$ 10. Já Caixa, Nubank e Inter seguem não cobrando pelo serviço. 

CI&T vai às compras e adquire a Dextra por jornada digital

Os valores da transação não foram revelados pelas partes. Com a aquisição, a CI&T incorpora 1200 profissionais e clientes no Brasil e nos Estados Unidos.

JP Morgan compra 40% do C6 Bank

Lançado em 2019, o C6 Bank soma mais de 7 milhões de clientes na sua plataforma digital. Quem tem acordo com o banco digital é a TIM.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G