Clicky

SEGURANÇA

Órgãos de proteção da Europa querem banir reconhecimento facial

Convergência Digital ... 21/06/2021 ... Convergência Digital

Dois dos principais órgãos de proteção à privacidade da União Europeia divulgaram nesta segunda, 21/6, um manifesto conjunto no qual defendem o banimento de tecnologias de reconhecimento facial em espaços públicos. O posicionamento é uma resposta ao projeto de regras da União Europeia que permitiria o uso da tecnologia na segurança pública.  

O Comitê Europeu de Proteção de Dados (EDPB) e a Autoridade Europeia de Proteção de Dados (EDPS) consideram que o risco de utilização das tecnologias de reconhecimento biométrico é demasiado elevado e representa na prática o fim da privacidade.

"A implantação da identificação biométrica remota em espaços acessíveis ao público significa o fim do anonimato nesses locais", disse a presidente da EDPB, Andrea Jelinek, e a EDPS, Wojciech Wiewiórowski, na declaração conjunta. "Aplicativos como o reconhecimento facial ao vivo interferem com os direitos e liberdades fundamentais a tal ponto que podem questionar a essência desses direitos e liberdades. Isso exige uma aplicação imediata da abordagem de precaução."

A EDPB inclui todas as autoridades nacionais de proteção de dados da União Europeia, enquanto a EDPS monitora a Comissão Europeia e outras instituições do bloco – e seria uma das integrantes do novo Conselho Europeu de Inteligência Artificial segundo regras propostas pela CE.

A Comissão Europeia propôs um regulamento que colocaria salvaguardas estritas sobre o uso de inteligência artificial, com prováveis implicações para a IA global. A proposta classifica os sistemas de identificação biométrica remota em tempo real - incluindo sistemas de reconhecimento facial - como de alto risco, mas não proíbe o uso. Para a EDPB e a EDPS, a proposta não é adequada.

As duas entidades pedem uma proibição geral do uso de inteligência artificial para o reconhecimento automatizado de recursos biométricos em espaços acessíveis ao público. Isso inclui imagens faciais, assim como marcha, impressões digitais e outros identificadores.


Certificados digitais têm alta de vendas em 35% no primeiro semestre

Em junho, foram emitidos 630 mil certificados, recorde histórico e 22% acima do mesmo mês em 2020. 

Telecom somou 2,6 milhões de transações fraudulentas no 1º semestre

Já os celulares são os aparelhos com maior tentativa de fraude nas vendas pela internet: 5,1% dos casos. 

Dar segurança ao trabalho remoto foi a missão da TI com Covid-19

Pesquisa global mostra como adaptação dos profissionais ao teletrabalho teve que focar em ameaças de phishing, ataques e malware. 

ANPD e NIC.br assinam cooperação para gerar cultura de segurança de dados

Assinatura também marcou o lançamento de cartilhas do NIC.br sobre proteção de dados e vazamentos de dados.  Eles orientam sobre os direitos e deveres dos titulares dos dados.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G