Clicky

Anatel muda fiscalização e prevê advertência no lugar de multa

Luís Osvaldo Grossmann ... 17/06/2021 ... Convergência Digital

A Anatel aprovou nesta quinta, 17/6, mudanças nas regras de fiscalização. E a mais importante delas é a possibilidade de não mais multar as operadoras que descumpram obrigações. No que chama de regulação responsiva, a agência pretende trocar sanções financeiras por advertências, na expectativa de que exigir ações tenha mais sucesso.

Não é de hoje que a agência reclama da baixa efetividade das sanções. Afinal, como mostrou um relatório da Controladoria Geral da União divulgado no fim de 2020, desde que a Anatel foi criada, em 1997, foram aplicadas 66 mil multas que somaram R$ 11,5 bilhões, mas só 7,5%, R$ 873 milhões, foram efetivamente pagos pelas operadoras.

Pelo procedimento que passa a ser adotado pelo regulador, após a coleta de informações e interação com a empresa regulada, cada gestor vai avaliar se é caso de determinar arquivamento do processo, instauração de Processo Administrativo por Descumprimento de Obrigações (Pado) ou a imposição de medidas preventivas ou reparatórias. Nesse último caso, se for avaliado que as medidas surgiram efeito, não haverá processo nem multa, apesar da previsão da Lei Geral de Telecomunicações.

“Se as medidas adotadas pela prestadora foram aptas a solucionar o problema, embora a LGT determine a instauração de Pado e aplicação de sanção, haverá apenas a imposição de advertência, independentemente da gravidade da infração”, explicou o relator, Moisés Moreira.

Ou seja, será aplicada advertência mesmo que as infrações sejam graves ou em caso de reincidência. A instauração do processo administrativo, assim, será aberto se as medidas reparatórias exigidas pelo regulador não forem realizadas ou não tiverem o efeito pretendido.

No mais, a agência manteve descontos nas multas a depender de comportamentos das empresas. Esses descontos chegam a 90%, quando houver cessação de conduta antes mesmo de a Anatel agir, 70% se antes do Pado, 50% antes das alegações finais, 20% se forem adotadas medidas antes das alegações finais, ou 15% se houver confissão clara e expressa.

“O pano de fundo dessa discussão é a interação entre regulador e regulado. Nossa experiência indica que a tradicional forma de regulação, a partir de abertura de processos sancionatórios, não trouxe os resultados esperados. Essa tradicional forma baseada em comando e controle confina o regulador à abordagem de punir ou não punir. É importante ter alternativas a essa abordagem”, afirmou o presidente da Anatel, Leonardo de Morais.



Internet Móvel 3G 4G
Movile vai às compras com novo aporte de investidor global

Grupo global de Internet, Prosus, é o principal investidor da desenvolvedora de negócios como iFood, MovilePay, PlayKids, Afterverse, Sympla e Zoop, e completou o aporte de R$ 1 bilhão não empresa nacional. Games entram na mira.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Teles sugerem prêmio às cidades que facilitarem antenas de 5G

Ideia é copiar marco legal do saneamento e pontuar os municípios com regras amigáveis à telecom em ranking de acesso a recursos públicos e convênios. 

Anatel adia decisão sobre uso de ‘white spaces’

Proposta prevê uso secundário e por dispositivos de radiação restrita do espectro ocioso nas faixas de 54 a 72 MHz, 174 a 216 MHz, 470 a 608 MHz, 614 a 698 MHz. 

TIM convoca rivais para brigar por propaganda com Google e Facebook

Os planos de uma carteira digital única não andaram como o desejado, mas a TIM almeja uma plataforma única de publicidade. “Se nos reunirmos podemos competir com Google e Facebook em um mercado muito maior”, vislumbra o presidente Pietro Labriola. 

Embratel se diz pronta para migrar antenas parabólicas de Banda C para a banda KU

Empresa assegura ter todas as condições para atender aos radiodifusores brasileiros e, em breve, terá o Star One D2, que terá 28 transponders em Banda C, 24 transponders em Banda Ku, um payload em Banda Ka, além de Banda X para uso militar. 




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G