Clicky

Empresas criam Open RAN do Brasil e pedem marco regulatório

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/06/2021 ... Convergência Digital

Em carta enviada aos conselheiros da Anatel, CPqD, Cisco, Qualcomm, IBM, NEC, Nokia e Trópico anunciaram a criação do grupo Open RAN do Brasil, aberto a novos membros, com objetivo de defender marco regulatório e medidas de incentivo aos padrões abertos.

Ao destacar “a criticidade do Open RAN para o Brasil”, o grupo alinha entre suas metas o desenvolvimento de um ecossistema inovador, com promoção de interoperabilidade e harmonização de soluções, especialmente para o 5G, além de suportar e contribuir com a definição do mencionado marco regulatório.

Nessa linha, o grupo quer políticas públicas para a adoção das soluções baseadas em Open RAN, e ainda “incentivos para fomentar a cadeia de valor de serviços, software e hardware, incluindo semicondutores, associada à tecnologia do Open RAN”.

Todas as integrantes também já fazem parte do grupo de trabalho criado pela Anatel sobre Open RAN – que também conta com outros fabricantes, como Ericsson e Huawei, além das operadoras móveis, academia, entidades setoriais e até mesmo o Facebook.


Internet Móvel 3G 4G
Movile vai às compras com novo aporte de investidor global

Grupo global de Internet, Prosus, é o principal investidor da desenvolvedora de negócios como iFood, MovilePay, PlayKids, Afterverse, Sympla e Zoop, e completou o aporte de R$ 1 bilhão não empresa nacional. Games entram na mira.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Teles sugerem prêmio às cidades que facilitarem antenas de 5G

Ideia é copiar marco legal do saneamento e pontuar os municípios com regras amigáveis à telecom em ranking de acesso a recursos públicos e convênios. 

Anatel adia decisão sobre uso de ‘white spaces’

Proposta prevê uso secundário e por dispositivos de radiação restrita do espectro ocioso nas faixas de 54 a 72 MHz, 174 a 216 MHz, 470 a 608 MHz, 614 a 698 MHz. 

TIM convoca rivais para brigar por propaganda com Google e Facebook

Os planos de uma carteira digital única não andaram como o desejado, mas a TIM almeja uma plataforma única de publicidade. “Se nos reunirmos podemos competir com Google e Facebook em um mercado muito maior”, vislumbra o presidente Pietro Labriola. 

Embratel se diz pronta para migrar antenas parabólicas de Banda C para a banda KU

Empresa assegura ter todas as condições para atender aos radiodifusores brasileiros e, em breve, terá o Star One D2, que terá 28 transponders em Banda C, 24 transponders em Banda Ku, um payload em Banda Ka, além de Banda X para uso militar. 




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G