Clicky

Teles denunciam, mas polícia não recupera antenas sequestradas no Rio

Ana Paula Lobo* ... 07/05/2021 ... Convergência Digital

Se os ataques hackers por ransomware tiram o sono de corporações e órgãos públicos - com a paralisação dos serviços e a cobrança de resgate - as operadoras de telecomunicações vivem um momento inusitado: o sequestro de antenas celulares, especialmente, no estado do Rio de Janeiro. Bandidos 'sequestram' o espaço da antena, bloqueiam o sinal, furtam cabos e impõem a contratação de serviços piratas aos moradores dos bairros, atingidos pela ausência de sinal.

Segundo a entidade setorial Conexis, em março, havia 26 antenas de celulares e internet móvel "sequestradas' e sem qualquer acesso por parte das teles, que também  não conseguiam acesso a 110 equipamentos usados para fornecer serviços por rede fixa. Pelo menos 158 mil clientes sofreram com o caladão e com a ausência do sinal de Internet. O mais grave é que, até o momento, mesmo com a denúncia feita as autoridades policiais, as operadoras seguem sem acesso a parte dessas infraestruturas.

Os danos, não somente financeiros, são incalculáveis, uma vez que essas ações prejudicam a prestação de serviços essenciais como internet, ligações fixas e móveis. Apenas para reposição de equipamentos, o prejuízo para as operadoras supera R$ 116 milhões por ano, conforme expõe a Conexis.

No estado do Rio de Janeiro, o problema afeta principalmente 72 bairros, em quatro cidades: Rio de Janeiro, Itaboraí, Niterói e São Gonçalo. Além de colocar os colaboradores das operadoras em perigo, as ações comprometem serviços de utilidade pública como polícia, bombeiros e emergências médicas.

Por conta desses números, a Conexis Brasil Digital tem defendido com as autoridades de segurança pública o endurecimento na repressão deste tipo de crime, para que haja a devida punição aos que prejudicam a sociedade com tais delitos.

Já foi apresentada ao Ministério Público dos municípios uma notícia crime pedindo instauração de Procedimento Investigatório Criminal para apuração e adoção das medidas cabíveis que permitam o restabelecimento dos serviços e a contenção das atividades criminosas. “As empresas estão empenhadas em prestar o melhor serviço, mas nesses casos somos impedidos de fazer o trabalho”, completa o presidente executivo da Conexis Brasil Digital, Marcos Ferrari.


Internet Móvel 3G 4G
Intel passa a fabricar chips para Qualcomm e AWS

Essa é uma virada significativa no mercado de semicondutores, porque a Intel assume um papel de vender chips para terceiros. Além disso, a Intel está apostando suas fichas na produção nos Estados Unidos, em mais um capítulo da guerra pelo domínio da tecnologia entre os Estados Unidos e a China.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Embratel se diz pronta para migrar antenas parabólicas de Banda C para a banda KU

Empresa assegura ter todas as condições para atender aos radiodifusores brasileiros e, em breve, terá o Star One D2, que terá 28 transponders em Banda C, 24 transponders em Banda Ku, um payload em Banda Ka, além de Banda X para uso militar. 

Pietro Labriola, da TIM, assume presidência da Conexis Brasil Digital

CEO da TIM substitui Rodrigo Abreu, da Oi no comando da entidade setorial. Labriola representará a entidade por um ano e acumulará ainda a presidência da Telebrasil e da Febratel. O 5G é a prioridade na agenda.

Teles pedem aprovação urgente de prisão por oito anos para quem furta ou rouba cabos

Em 2020, foram 96 mil ocorrências de furtos e roubos de cabos de cobre, uma extensão de 4,6 mil km, prejuízo de R$ 1 bilhão às operadoras e apagão de serviço.

Coalizão Direitos na Rede vai à Justiça para suspender renovação de frequências e valor da concessão

Para a entidade, arbitragem da Anatel com Vivo, regulamento de bens reversíveis e cálculo do valor associado ao fim das concessões reforçam urgência em liminar. 




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G