SEGURANÇA

Microsoft apaga base de dados com 10 milhões de fotos usadas para treinar reconhecimento facial

Convergência Digital ... 07/06/2019 ... Convergência Digital

A Microsoft apagou uma base de dados com 10 milhões de fotos de 100 mil pessoas de todo o mundo que estaria sendo utilizada para treinar sistemas de reconhecimento facial. Trata-se da MS Celeb, desenvolvida em 2016 para ser um repositório de imagens de celebridades, mas esse é um conceito que se mostrou flexível. 

Segundo o pesquisador americano radicado em Berlim Adam Harvey, um dos responsáveis pelo projeto Megapixels, celebridades para essa base de dados podem ser “jornalistas, artistas, músicos, ativistas, criadores de políticas, escritores e acadêmicos”.  Ele também alerta que apesar do movimento da Microsoft, parte do material ainda pode ser acessado pelo Github.

Na prática o MS Celeb é a terceira base de dados de fotografias retiradas da internet – ou quase – a partir da divulgação de suas existências no Megapixels. Primeiro foram a ‘Brainwash’,  de um café na cidade de San Francisco, e a Duke MTMC [de Multi-Target, Multi-Camera], o sistema de câmeras de vigilância da Univesidade de Duke, em Durham, ambas nos Estados Unidos. 

O projeto Megapixels se propõe a investigar as implicações éticas e os efeitos sobre a privacidade individual de bancos de dados utilizados por sistemas de reconhecimento facial e como tudo isso alimenta o uso crescente de tecnologias de vigilância com uso de dados biométricos. 

As informações da Megapixels sobre a MS Celeb foram primeiro divulgadas pelo jornal britânico Financial Times e ganharam o mundo. Não por menos, a Microsoft tirou a página do ar, sem alarde. Assim como outras bases de dados – algumas identificadas pelo projeto, mas ainda ativas – esses repositórios alimentam sistemas de aprendizado de máquina em reconhecimento facial e foram usadas, pelo menos, por duas empresas SenseTime e Megvii. 


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Porto de Fortaleza fica refém de ataque hacker

Ataque ransomware pegou sistemas administrativos internos, servidores de email e neste momento muitos controles estão sendo feitos a mão. Invasão foi identificada na segunda-feira, 28 de outubro, segundo informa o site CISO Advisor.

Brasil possui quase 56 mil URLs maliciosas

Mais de 1 milhão de brasileiros foram impactados, de acordo com o relatório Fast Facts, da Trend Micro. País ocupa a 15ª posição no ranking dos países mais atingidos por URLs maliciosas.

Mais de 60% das empresas sofrem incidentes de segurança semanais

Pesquisa realizada no Brasil, EUA e Alemanha também aponta que há perdas financeiras em 50% dos casos. 

Sistemas sem suporte rodam em mais de 40% dos PCs

Pesquisa da empresa de segurança Kaspersky diz que mais popular é Windows 7, que ficará sem suporte em três meses. Grandes, pequenas e microempresas continuam usando versões como XP ou Vista. 



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G