INOVAÇÃO

Incra autoriza uso de drones para georreferenciamento de imóveis rurais

Luís Osvaldo Grossmann ... 23/02/2018 ... Convergência Digital

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária autorizou o uso de drones, ou vants, os veículos aéreos não tripulados, para o georreferenciamento de imóveis rurais. A norma está valendo desde 19/2 e atesta os resultados dos testes feitos no ano passado com três aparelhos adquiridos pelo órgão. 

O Incra usa até aqui dois drones comprados em licitação no fim de 2016 por R$ 1,2 milhão. São dois Echar 20C HA e um Nauru 500B HA, desenvolvidos e fabricados pela brasileira xmobots, com autonomia de voo para cobrir 5 mil e 10 mil hectares, respectivamente. 

Os testes com os equipamentos indicaram o que chama de “acurácia posicional”, ou seja, que as fotografias aéreas com os vants têm qualidade suficiente para validar as medições. Segundo o Incra, a média geral de precisão em testes realizados em Minas Gerais foi de 13,8 centímetros.

A ideia é que o uso dos aparelhos aumente a eficiência do trabalho, sendo capazes de reduzir o tempo de medição de um terreno que levaria três meses para 15 dias. 

* Com informações do Incra e da xmobots



BC: Pagamento pelo WhatsApp terá de provar proteção aos dados

"Um arranjo que começa com 120 milhões de clientes não é pequeno", explicou Roberto Campos Neto.

Empresas nacionais reclamam da burocracia e deixam de investir em Inovação

Em pesquisa do Instituto Eldorado, empresas alegam que os instrumentos de fomento são burocráticos ou desconhecidos. Mais da metade das companhias ouvidas assumem que estão investindo menos em novas tecnologias.

Indústria de semicondutores reage à liquidação da Ceitec

Em nota, associação nacional do setor indica “preocupação” com a medida. “Liquidação distanciará ainda mais o Brasil do conhecimento de ponta.”

OBr.Global promove bootcamps Live sobre empreendedorismo

Aceleradora, especializada em internacionalização das empresas, ensinará técnicas adotadas no Vale do Silício, nos EUA.

Política de informática foi feita para o hardware, mas deu certo com o software

Para Sílvio Meira, a estratégia que o Brasil quer desenhar para Inteligência Artificial precisa desafiar à produção nacional para trazer os resultados pretendidos.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G