Clicky

Home - Convergência Digital

TIM entra na disputa pela gestão da iluminação pública com rede de IoT

Convergência Digital* - 15/01/2021

A TIM fechou uma parceria com a M2M Telemetria para participar dos principais projetos voltados para a iluminação pública. O acerto permite a oferta de novos serviços como o de tele gestão remota das luminárias, agregando diversas funcionalidades, entre elas a leitura do real consumo de energia e a capacidade de dimerização (aumentar ou diminuir a intensidade de uma luminária). Toda a infraestruutra será pela rede NB-IoT, criada pela TIM, para viabilizar a conexão de objetos.

A novidade permite agora ter sistemas que acompanhem, em tempo real, o desempenho de toda uma rede implementada, a partir da transmissão e recebimento de dados enviados por um controlador independente instalado nas luminárias, composto por termômetro, sensor de luminosidade, microprocessador, memória e eSIM. Com o sistema 'NOX Smart Lighting' é possível transmitir e receber informações e comandos para acender ou apagar uma ou um conjunto de luminárias, de dimerização, de identificação de comportamentos e predição de defeitos, além de processamento inteligente de dados com rotinas de avaliação de operação e controle do consumo de energia.

A rede NB-IoT da TIM chega, hoje, a 3.460 cidades, habilitando conectividade para clientes no Agronegócio, no setor de segurança pública e para o mercado automotivo, ligando escritórios, fazendas e máquinas, ajudando no monitoramento de lavouras ou acompanhando, em tempo real, o transporte de mercadorias."Temos aqui a solução ideal para sistemas que precisam de mais estabilidade, capacidade, velocidade, segurança, eficiência energética, maior raio de cobertura e módulos de menor custo. Ao combinarmos com a maior cobertura 4G do Brasil, conseguimos entregar soluções de conectividade para inúmeros setores da economia, e estamos prontos para avançar cada vez mais", afirma Paulo Humberto Gouvêa, diretor de Soluções corporativas da TIM Brasil.

Ele reforça também a importância da tecnologia eSIM, presente nos principais projetos de conectividade com empresas pelo país: "O eSIM, ou chip eletrônico, possibilita o ganho de escala de implementação das soluções IoT com segurança, resistência a altas temperaturas e trepidações, além da redução de processos humanos na linha de montagem de equipamentos IoT. É a opção mais segura e prática que disponibilizamos a clientes corporativos, independentemente de sua área de atuação".

A utilização de tecnologia de padrão aberto e interoperável elimina o risco de utilização de redes proprietárias e protocolos fechados, protegendo o investimento da cidade e garantindo seu funcionamento pelo tempo do contrato com custos garantidos e conhecidos na assinatura do contrato, além de agilizar a implementação ao não ser necessário construir uma rede proprietária antes de instalar os controladores, adiciona o diretor executivo da M2M Telemetria, Felipe Fulgêncio.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

06/05/2021
TIM: Oi móvel é uma operação de venda para resolver um problema do setor

06/05/2021
TIM cansa de esperar teles e faz carreira solo na carteira digital

06/05/2021
CRM e big data da TIM vão estar 100% na nuvem até junho

06/05/2021
FiberCo vai fazer fibra onde não tem e seguir plano estratégico da TIM

06/05/2021
TIM Brasil: Dinheiro da venda da FiberCo será usado para pagar a compra da Oi Móvel

05/05/2021
TIM: 5G ‘puro’ é mais barato e rivais reclamam porque não fizeram VoLTE no 4G

30/04/2021
Sorocaba, SP, sedia Centro de Referência em Internet das Coisas

29/04/2021
TIM leva 4G para mais 98 municípios no Rio Grande do Sul

26/04/2021
Hyndai Brasil contrata Vivo Empresas para carros conectados

23/04/2021
Governo autoriza TIM a emitir R$ 5,7 bilhões em debêntures para 5G

Destaques
Destaques

América Latina se divide sobre uso de ondas milimétricas

Debate com representantes do México, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Argentina e Brasil mostrou que bandas altas no 5G, como 26 GHz, está longe de unanimidade na região.  Colômbia, que prevê leilão 5G no final do ano, não planeja vender a faixa de 26GHz.

Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

Programado para acontecer de 28 de junho a 01 de julho, o organizador, GSMA, fechou um acerto com as autoridades espanholas para isentar os participantes das restrições impostas às pessoas de fora da União Europeia.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Futuro com 5G não será um nirvana, tampouco um apocalipse

Por Paulo Mannheimer*

O futuro, com 5G, não será nem o Nirvana dos Jetsons nem o apocalipse de "O Exterminador do Futuro". "Blade Runner" continua sendo minha maior aposta.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site