SEGURANÇA

Ataque cibernético afeta serviços da elétrica Energisa

Convergência Digital* ... 05/05/2020 ... Convergência Digital

Um ataque cibernético afetou os serviços da életrica Energisa, que controla distribuidoras de eletricidade em 11 estados do País. A ação dos hackers aconteceu no dia 29 de abril e, até o momento, a empresa não conseguiu retomar o aplicativo e o site oficial. “A Energisa ressalta que comunicou o ataque cibernético às autoridades e está trabalhando com especialistas em segurança da informação na resolução do caso”, confirmou a empresa em nota oficial distribuída nesta terça-feira, 05/05.

Entre os serviços que estão fora do ar está o aplicativo para consumidores, o Energisa ON. “Por medidas de segurança alguns sistemas de atendimento ao cliente precisaram ser desligados, como o app Energisa ON e o site, que deverão ser restabelecidos em breve”, acrescentou a empresa, sem citar prazos.

A Energisa atende cerca de 7,8 milhões de consumidores por meio de 11 distribuidoras de energia quem atuam em Minas Gerais, Sergipe, Paraíba, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Acre e Rondônia.

A companhia, que apesar de ter ações em bolsa ainda é um grupo familiar, controlado pela família Botelho, de seus principais executivos, também possui investimentos em transmissão de energia e atua em serviços e comercialização de eletricidade.

*Com informações da Agência Reuters e G1


Segurança digital faz Oi ultrapassar a marca de 125 mil elementos monitorados em SOCs

SOCs, localizados no Rio de Janeiro e São Paulo, dão suporte à jornada digital de clientes públicos e privados e registrou um crescimento de 132% nas vendas de serviços gerenciados voltados à transformação digital.

PGFN alerta que é alvo de tentativa de fraude

Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional informa que nunca entra em contato para pedir doações ou para tratar de questões como pagamento de benefícios e auxílios ou restituição e resgate de valores.

Por Covid-19, biometria é excluída das eleições 2020 pelo TSE

Decisão foi tomada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Roberto Barroso, em função do risco de contágio da Covid-19. Os leitores lde impressões digitais não podem ser higienizados a cada utilização, o que seria um risco considerável.

Administradora de shopping centers revela ataque cibernético

Ao mercado a Aliansce Sonae informou que a invasão aconteceu em maio e a companhia admite que, algumas informações possam ter sido acessadas, mas que elas não eram estratégicas.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G