INOVAÇÃO

Startups brasileiras receberam cerca de R$ 2 bilhões em 31 negócios

Convergência Digital* ... 17/12/2019 ... Convergência Digital

A América Latina foi um alvo muito atraente para os investidores em fintechs em 2018. O Brasil, especialmente, testemunhou um grande aumento no financiamento de fintechs, alcançando uma alta recorde de US$ 500,1 milhões, ou algo em torno de R$ 2 bilhões, com 31 negócios. Ao mesmo tempo que o investimento brasileiro em fintechs pegou fôlego no primeiro semestre de 2019, a Argentina concluiu agora o que deveria ter sido feito em governos anteriores. Os dados são da pesquisa 'Pulse of Fintech", desenvolvida pela KPMG.

Ainda sobre dados globais, a pesquisa da KPMG revelou que houve um declínio acentuado no investimento geral em blockchain e criptomoedas no primeiro semestre deste ano, com os investimentos caindo de US$ 5 bilhões em 586 negócios para apenas US$ 1 bilhão em 171 negócios. O levantamento também mostra que o investimento global em fintechs está desacelerando e caiu de US$ 120 bilhões em 2018 para apenas US$ 37,9 bilhões no primeiro semestre de 2019. Contudo, essa queda pode ser temporária se consideradas as fusões e aquisições propensas a ocorrer no futuro próximo.

"O conteúdo revela as principais atividades e tendências do mercado global de fintechs nas principais regiões do mundo. A queda acentuada de investimentos identificada até o momento é decorrente de diversos fatores, como falta de acordos de grande sucesso, incertezas geopolíticas, mudanças regulatórias na China e tensões entre este País e os Estados Unidos", afirma Oliver Cunningham, sócio-líder de Transformação Digital da KPMG no Brasil.

O volume de investimentos em insurtechs também caiu drasticamente no primeiro semestre de 2019, conforme o financiamento de estágios iniciais afundou. O total de investimentos em insurtechs despencou de US$ 7,6 bilhões em 2018 para somente US$ 1,1 bilhão no primeiro semestre de 2019. As empresas de private equity mantiveram o ritmo aquecido de investimentos estabelecido em 2018, impulsionado pela maturação contínua do ramo das fintechs e das oportunidades de investimento resultantes em líderes de categorias. O investimento global em private equity alcançou mais de US$ 1,9 bilhão no primeiro semestre do ano.

Outra conclusão é que a diversidade das jurisdições que atraem o financiamento significativo de fintechs continuou a crescer, incluindo grandes negócios durante o primeiro semestre de 2019 vindos da França, Argentina, Canadá, China, Alemanha e Estados Unidos. A diversidade dos locais provavelmente ajudou a manter o investimento em fintechs relativamente forte nesses casos, apesar da falta de grandes negócios nessas jurisdições. O conteúdo está disponível na íntegra no link: http://home.kpmg/xx/en/home/campaigns/2019/07/pulse-of-fintech-h1-2019.html.


Laura, a IA nacional que já salvou 12 mil vidas, entra no combate ao Coronavírus

Tecnologia será disseminada em todo o Brasil, depois de um acordo com o governo federal. Em setembro do ano passado, no Rio Info 2019, o Convergência Digital entrevistou um dos idealizadores da Laura.

Governo seleciona entidades para compor GT de propriedade intelectual

Grupo Interministerial de Propriedade Intelectual, originalmente parte da Camex e agora sob tutela do Ministério da Economia, terá 10 representantes da sociedade civil. 

BC cria grupo de trabalho para implantar open banking até novembro

GT será formado por representantes do próprio BC, por associações de Internet como Abranet e Câmara-e.net, Febraban (grandes bancos); Abecs e Abipag (empresas de pagamentos); ABBC (bancos médios); OCB (cooperativas), ABCD e ABFintech (fintechs).

Aceleradora busca start-ups e projetos no setor de Cannabis no Brasil

The Green Hub realiza o Cannabis Thinking, para fomentar o desenvolvimento de projetos criativos. Em março, acontecerá o Demo Day.

BC contrata Dinamo Networks e faz acontecer o pagamento instantâneo

Autoridade Monetária selecionou a fornecedora brasileira para comprar 22 HSMs, voltados à segurança das transações por R$ 1,350 milhão. Todo o software usado é desenvolvido no Brasil. Nova infraestrutura pode ser a pá de cal nos cartões de débito, TEDs e DOCs.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G