TelComp: roubos de cabos, fibras e equipamentos não deram trégua na pandemia

Ana Paula Lobo ... 04/06/2020 ... Convergência Digital

Os roubos de equipamentos de telecomunicações não diminuíram em função da Covid-19, lamenta o presidente da TelComp, João Moura. Segundo ele, as operadoras investiram na tecnologia para minimizar o efeito dos roubos como, por exemplo, a adoção dos chips nas caixas de emendas e nas máquinas de ferramentas de maior valor agregado, o que reduziu a ação dos criminosos, mas o roubo de cabos metálicos e fibra ótica – onde a tecnologia não tem ainda como ser usada – não cessou.

"Tivemos dois episódios em Porto Alegre e São Paulo bastantes significativos. As equipes de manutenção estão sob estresse. Eles são serviços essenciais e lidam com tudo na rua. O roubo para o serviço, desgasta o usuário, desgasta a operadora, desgasta todo mundo", lamenta Moura. Com relação à tecnologia, o presidente da TelComp diz que o uso dos chips permitiu, ao menos, o rastreio e a recuperação dos equipamentos, muitas vezes em outros Estados.

Para Moura, o ecossistema usuário dos postes precisa agir. Ele lembra que as distribuidoras são donas dos postes, as operadoras têm de gerir a manutenção das suas redes e a polícia precisa impedir que os criminosos atuem. "O vandalismo tem um custo imenso para as elétricas, para as operadoras e para a sociedade", reforça Moura, sem no entanto, quantificar esse valor.

No último estudo disponibilizado sobre o tema pelo SindiTelebrasil, em 2016, o roubo de cabos e rádios de Telecom custavam R$ 320 milhões ao ano às operadoras. O mercado negro é considerado o grande comprador dos equipamentos roubados, uma vez que o material é reciclado e reutilizado em diferentes mercados.


Internet Móvel 3G 4G
Lei de inovação de Florianopólis bancou case brasileiro de rastreamento da Covid-19

Pandemia forçou spinoff de startup brasileira de turismo e criação do Smart Track. “Enquanto Google e Apple pensavam em desenvolver, nós já tínhamos sistema operando. Somos a única plataforma mundial que faz rastreamento sem geolocalizacao”, diz a CEO Jucelha Carvalho.

Anatel recria 10 colegiados após extinção por Decreto presidencial

Uso do Espectro, Defesa dos Usuários, Prestadoras de Pequeno Porte, Aferição da Qualidade, Ofertas de Atacado, Acompanhamento de Redes são alguns dos grupos reestabelecidos pela agência. 

Reclamações contra oferta de banda larga crescem 40% com a quarentena da Covid-19

Queixas na Anatel cresceram especialmente a partir de março. No conjunto dos serviços, agência recebeu 1,52 milhão de reclamações entre janeiro e junho. Também houve um aumento de 20% com relação à telefonia móvel.

Oi quer corte de dívida com Anatel por desequilíbrio na concessão

“Tem que fazer um PGMU mais leve para que a gente possa respirar”, defende a diretora regulatória, Adriana Costa. Anatel esclarece que concessão não é sinônimo de lucro garantido. 

Huawei defende reserva de 500 MHz da faixa de 6GHz para as teles

Para o diretor da Huawei Brasil, Carlos Lauria, a reserva técnica é a melhor garantia para aguardar a evolução da tecnologia. "Se der tudo agora, não tem como voltar atrás depois", observa o executivo.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G