Clicky

Edital 5G e cálculo para o fim das concessões entre as prioridades da Anatel em 2020

Luís Osvaldo Grossmann ... 15/01/2020 ... Convergência Digital

A Agência Nacional de Telecomunicações publicou nesta quarta, 15/1, o seu Plano de Gestão (Tático) 2019-2020, no qual lista 125 iniciativas em diferentes áreas – desempenho operacional, administrativo, fiscalização, comunicação e relacionamento e a agenda regulatória. Entre as prioridades, a agência lista o edital do 5G e as diferentes ações que envolvem o fim dos contratos de concessão e a adaptação desses ao regime privado. 

Estão no documento medidas como a implementação da reavaliação do modelo de Outorga e Licenciamento de Estações, além da atualização do Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações e melhorias em sistemas de gestão, como o Mosaico, e de relacionamento com consumidores, caso do ‘Comparador de Ofertas’. 

No caso do 5G, curiosamente o documento ainda traz a previsão de que a proposta já estaria encaminhada à consulta pública até o fim de 2019 – o que não aconteceu por conta das divergências entre os membros do Conselho Diretor sobre o modelo a ser adotado. 

Além do edital, estão na agenda regulatória a metodologia para adaptação do regime de outorga do STFC e a metodologia de cálculo para identificação e inventariamento patrimonial dos bens reversíveis, análise de conformidade dos modelos de custos vigentes e o próprio cálculo do valor econômico associado à adaptação. 

Também no rol, a agência prevê implementar o movo modelo de Gestão da Qualidade e a revisão do modelo de Gestão do Espectro. Entre os destaques, a Anatel apontou como medida a ser avaliada com “urgência” a “disponibilização de espectro de radiofrequências para a prestação de serviços de telecomunicações por prestadores regionais”. 

Entre as ações mais ligadas aos direitos dos consumidores, a agência prevê fiscalizações sobre ligações abusivas de telemarketing e sobre cobranças relacionadas a ofertas de dados, com intuito de mitigar aquelas realizadas à revelia dos clientes.


Internet Móvel 3G 4G
TIM entra na disputa pela gestão da iluminação pública com rede de IoT

Operadora fechou parceria com a M2M Telemetria para participar dos principais projetos voltados à nova gestão dessa infraestrutura pública. Tele conta com a cobertura da rede dedicada de NB-IoT, no 4G, presente em 3460 cidades do país.

Minicom cede Artur Coimbra para ser corregedor da ANPD

O secretário de radiodifusão, Max Martinhão, acumula interinamente a Secretaria de Telecomunicações. Segundo a pasta, ainda não há novo nome para substituir Artur Coimbra.

Abinee: Diferença de custo entre migração e mitigação no 5G é menor do que apontam teles

Estudo indica valores semelhantes aos projetados pela Anatel, de R$ 1,1 bilhão para o uso de filtros e R$ 1,8 bilhão para mudança da recepção de antenas para a banda Ku.

Anatel apreende 15 mil carregadores de celulares na 25 de Março, em São Paulo

Equipamentos não homologados foram avaliados em R$ 180 mil e foram recolhidos em um único distribuidor. Outros 11 mil carregadores foram apreendidos em três operações durante o mês de novembro.

TIM: dizer que 5G DSS não é o 5G é obrigatório para não queimar a tecnologia

Operadora informa que vai ter o 5G DSS em 12 capitais para testes em bairros, mas sustenta que a transparência é crucial. "O 5G DSS tem latência do 4G", afirma o CTIO, Leonardo Capdeville. Nas capitais, o 5G DSS será exclusivo para mobilidade. O acesso banda larga fixa - FWA - continuará em piloto.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G