INTERNET

NIC.br: Internet está resiliente ao incremento do consumo no Brasil

Convergência Digital ... 03/04/2020 ... Convergência Digital

O Núcleo de Informação e Coordenaçao do Ponto BR, NIC.br, soltou nesta sexta, 3/4, um comunicado sobre o estado da internet no Brasil. Nele destaca que apesar das mudanças no consumo de internet com a pandemia do coronavírus, a rede brasileira tem o que comemorar.  Aponta o NIC.br que o primeiro ponto a ressaltar é a solidez da operação do domínio .br. Desde sua criação em 1989 e contando com larga redundância dentro e fora do país, sempre apresentou funcionamento íntegro, e assim deve continuar durante a pandemia.

Outro pilar fundamental é o sistema IX.br (www.ix.br), conjunto de pontos de troca de tráfego Internet – os PTTs – implementados em mais de 30 cidades do país. O IX.br representa a segunda maior estrutura desse tipo no mundo e, em 23 de março, atingiu o pico de 11 Terabits por segundo. O NIC.br reforça que o tráfego de Internet vai crescer sempre, mas o IX.br conta com bastante reserva, estando a menos da metade da capacidade hoje suportável.

De acordo com o NIC.br, os profissionais de campo do IX.br continuam indo aos datacenters e realizando as ampliações e manutenções necessárias para o funcionamento contínuo da estrutura. O orgão destaca o papel do IX.br em fazer a “intermediação” entre os provedores de acesso, os provedores de conteúdos e as redes de distribuição de conteúdo (CDN), trazendo os conteúdos para mais próximo dos que os buscam.

No comunicado, o órgão responsável pela governança da Internet brasileira aponta que o que se viu na segunda quinzena de março foi uma mudança no perfil de uso. Se há semanas o tráfego era menor durante o período comercial e atingia o pico perto das 21h (deve-se isso ao crescente uso de aplicativos de entretenimento domiciliar), com o início do isolamento notou-se uma distribuição mais uniforme durante todo o dia. O tráfego medido no IX.br (https://ix.br/agregado/) não dá motivos a preocupação.

Ainda conforme o NIC.br, o sistema gratuito de medições SIMET (www.simet.nic.br), que está bem espalhado pelo território nacional, também é um termômetro para a situação e, em seu conjunto, não indica sintomas de sobrecarga no atual uso da Internet.

"Não obstante o panorama desanuviado, no uso de quaisquer recursos limitados deve prevalecer o razoável. Temos bons indicadores neste começo de quarentena que, somados a um uso inteligente da Internet, permitirão a todos uma conectividade de qualidade, tanto para os usos já existentes, como para os que surgiram e se intensificaram com o período de isolamento: o teletrabalho, a tele-educação, a telemedicina.", reforça o NIC.br

O NIC.br, porém, adverte para o crescimento de ameaças à segurança na Internet, muitas vezes disfarçadas de sedutoras ofertas de aplicativos, informações e serviços, que na verdade mascaram programas maliciosos, fraudes, furtos de informação e outros.

"São outros tipos de "vírus” que não o coronavírus…! Material de ajuda para defesa contra tais ameaças é encontrável em www.internetsegura.br/coronavirus, e será constantemente atualizado. Com a colaboração de todos a resiliência será mantida. A Internet, que é ferramenta que nos une e nos aproxima mesmo com o isolamento, permitirá que nossos filhos continuem “indo” à escola mesmo de casa, que conversemos com os amigos e nos informemos, que trabalhemos sem perder o entretenimento e a diversão. Permitirá que a vida continue", termina o comunicado do NIC.br.


Revista Abranet 30 . fev-mar-abr 2020
Veja a Revista Abranet nº 30 A matéria de capa enfatiza a relevância do engajamento ao mostrar que uma internet mais segura depende da ação conjunta de todos os atores do ecossistema. Tratamos também do leilão das frequências do 5G. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

Votação sobre PL das Fake News é alvo de guerra digital

Senado é obrigado a desmentir notícia falsa sobre o modelo de votação da consulta pública relativa ao PL que cria a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet (PL 2.630/2020). Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, apoia responsabilizar as plataformas digitais. "A plataforma tem responsabilidade e sabe quando é um robô", afirmou.

MP de Brasília abre inquérito para apurar venda de dados pessoais

Empresa na mira do Ministério Público do Distrito Federal e Territorios (MPDFT) é a Procob S.A. De acordo com a denúncia, essa empresa comercializa relatórios contendo informações como endereço, telefones, e-mails e outros.

TJSP começa com grupo Itaú projeto de citação eletrônica de pessoas jurídicas

Segundo oTribunal, informações técnicas para a participação foram enviadas a diversas instituições, mas por enquanto  somente o grupo financeiro respondeu. 

Facebook anuncia exclusão de mais de 50 milhões de postagens falsas

Trabalho de filtragem de conteúdo é  feito por algoritmos de inteligência artificial que identificam conteúdos abusivos com expressões de discurso de ódio, nudez adulta e atividades sexuais, violência e conteúdo explícito, bullying e assédio.

MPF: Expor em redes sociais quem descumpre isolamento é obrigação

Em nota técnica, Procuradoria dos Direitos do Cidadão defende ato de denunciar ou expor pessoas que promovem festas, reuniões ou outras atividades temporariamente proibidas.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G