SEGURANÇA

Brasil melhora, mas ainda é o segundo país em ataques à IoT

Convergência Digital ... 16/10/2019 ... Convergência Digital

O Brasil concentra 19% dos 105 milhões de ataques contra dispositivos IoT, vindos de 276 mil endereços exclusivos IP, registrados nos primeiros seis meses do ano em todo o mundo. Esse número é nove vezes maior do que o do primeiro semestre de 2018, período em que foram identificados cerca de 12 milhões de ataques originados em 69.000 endereços IP. 

Esses números deixam o Brasil como o segundo país com mais ataques a dispositivos da internet das coisas, atrás da China, que concentra 30%, e à frente do Egito, com 12%, segundo levantamento realizado pela empresa de softwares de segurança Kaspersky, feito com ajuda de honeypots, redes de dispositivos e aplicativos virtuais conectados à internet. E mostra uma melhoria sobre 2018, quando o Brasil liderava a lista com 28% dos ataques, a China estava em segundo lugar com 14% e o Japão vinha em seguida com 11%.

De acordo com os dados coletados, os ataques contra dispositivos IoT não são sofisticados, mas geralmente são imperceptíveis ao usuário. A família de malware Mirai , que está por trás de 39% dos ataques, utiliza exploits que usam vulnerabilidades não corrigidas nos sistemas para assumir o controle do dispositivo. Uma outra técnica usada é os ataques de força bruta envolvendo senhas, que é o método escolhido pela segunda família de malware mais disseminada da lista, a do Nyadrop. O Nyadrop foi encontrado em 38,57% dos ataques e muitas vezes atua fazendo download do Mirai. Essa família apresenta-se como uma das ameaças mais ativas já há alguns anos. A terceira botnet mais comum a ameaçar dispositivos inteligentes é a Gafgyt, com 2,12%, que também usa ataques de força bruta.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Cyberseason se alia à NEC e diz que LGPD vai mudar a cibersegurança no Brasil

"O hacker brasileiro é único. Ele não quer atacar fora da fronteira. Ele ataca internamente. É um comportamento diferente", afirmou o co-fundador e CEO da Cyberseason, Lior Div. O 5G também trará mudanças relevantes.

Exploit 'dia zero' é descoberta no Windows

O exploit, adverte a Kaspersky, faz parte de uma campanha maliciosa avançada que burlava a proteção do Google Chrome.

Prosegur derrubou sites depois de ataques hacker por temer punição pesada da GDPR

Empresa decidiu tirar todos os sites do ar depois de ter seu sistema invadido por um ransomware.

GSI: Segurança cibernética é um assunto 'seriíssimo' e exige ações imediatas

"As empresas e os órgãos públicos precisam não só se preocupar, mas planejar e executar medidas urgentes voltadas para a segurança cibernética” advertiu o general Antonio Carlos Freitas.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G