TELECOM

Rodrigo Abreu: "Não haverá 5G sem passar pela rede da Oi"

Ana Paula Lobo ... 04/12/2019 ... Convergência Digital

O mercado corporativo, B2B, é o segundo maior em receita da Oi - perde apenas para a operação móvel - e é estratégico no plano de reestruturação da companhia, frisou o COO da empresa, Rodrigo Abreu, ao participar do lançamento da Oi Soluções, a nova roupagem da unidade B2B da tele e que terá atuação em segurança, cloud computing, data center, serviços digitais e gerenciados, realizado em São Paulo, nesta quarta-feira, 04/12.

"Somos a maior operação B2B muito à frente das outras teles", sustentou Abreu. Segundo ele, o mercado corporativo é estratégico por referendar o plano de sustentabilidade de longo prazo da Oi. "Temos de assegurar aos clientes que temos qualidade de operação e capacidade para entregar os serviços contratados. O Oi Soluções é a prova que é possível ser uma prestadora de serviços de TICs", endereçou.

Abreu aproveitou para falar sobre o novo marco legal de Telecomunicações - sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro após três anos de espera e que, agora, aguarda a regulamentação da Anatel. Segundo o COO da Oi, o mercado consegue, agora, começar a pensar no que vai acontecer nos próximos 10 anos, uma vez que muitas amarras foram retiradas e os investimentos serão direcionados para serviços oriundos da digitalização.

A banda larga é considerada o mote dos negócios presente e futuro da Oi. Rodrigo Abreu denominou o projeto de expansão de redes FTTH (Fiber to the home) como um dos maiores do mundo. "Serão 20 milhões de casas com fibra passadas em pouco tempo. Não me comparo com a China, que é outro mundo, mas temos ciência que esse projeto de renovação de infraestrutura é um dos maiores do mundo", disse.

O atacado também está na linha de novos projetos, e sem medir palavras, Abreu afirmou: "Não haverá 5G ou serviços digitais que não passem pela rede da Oi, seja por ser nosso cliente ou por redes de terceiros usando a nossa infraestrutura. O compartilhamento ou oferta para terceiros não aconteceu como se esperava até agora, mas será amplificado", completou.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Dataprev contrata Claro por R$ 236 mil para ter fibra ótica no Rio de Janeiro

Contrato, publicado no Diário Oficial da União, prevê a interligação dos prédios do data center da estatal de TI no Rio de Janeiro à filial na mesma cidade, no bairro de Botafogo.

Autor da nova Lei das teles lidera entidade para brigar por banda larga

Ex-deputado Daniel Vilela vai presidir a Aliança Conecta Brasil F4, que nasce com apoio da Huawei, FiberX e da consultoria Teleco, mas quer novos associados. “Não existe economia digital sem infraestrutura”, afirma.

Consumidores: Banda larga é o serviço com menor satisfação, celular o melhor

Para a Anatel, como o padrão de consumo exige estar sempre online, percepção de qualidade é especialmente rigorosa com a conexão à internet.

Decreto da nova Lei de Telecom depende de acerto sobre renovação de frequências

“Entendemos que é melhor que a Lei também seja aplicada para os contratos vigentes e estamos tentando construir uma posição única de governo”, explica o secretário executivo do MCTIC, Julio Semeghini. 




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G